SAJ: Requembal volta a presidência da Liga e rebate críticas de Luiz Henrique

20151101_160037

Após ter se afastado da presidência da Liga Santoantoniense de Futebol, o senhor Josué Barreto (Requembal), retornou a presidência da mesma. Recentemente o vice Luiz Henrique, que estava assumindo o cargo, informou que possivelmente o Campeonato Municipal de Futebol não aconteceria neste ano de 2016, fato que foi contestado por Requembal. “Realmente nós estamos voltando a presidência da Liga, vamos marcar uma data e convocar todos os desportistas pra discutir como é que vamos fazer o Campeonato [Municipal de Futebol] e qual forma que a gente vai encontrar, pois a opinião de todos é importante”, disse.

Questionado pelo repórter Chiquito Fernandes sobre a reação de Luiz Henrique com o seu retorno, Requembal respondeu: “ele chegou a ler o documento, eu até esperei que ele fosse assinar o comunicado, mas ele retrucou e disse que não ia assinar, que ia conversar com o grupo, foi como se estivesse dividindo a Liga em várias partes”. Requembal ainda falou pra Luiz: “independente de você assinar ou não, você já está sendo comunicado e a partir de agora eu estou retornando a Liga de Santo Antonio de Jesus”, contou.

Quanto ao cadeado colocado recentemente na porta da Liga, Requembal admitiu que tomou essa iniciativa porque alguém estava pegando documentos para fornecer a terceiros. Segundo ele, alguns documentos que eram da Liga foram vistos anexados no processo de Aderval, que está sendo movido contra a chapa da atual diretoria. “Então, daí em diante, depois que eu comuniquei [meu retorno] que ele não aceitou, e que nós verificamos isso, é que eu mandei trancar o portão e que ninguém entrasse lá. A não ser com minha autorização”, pontuou.

Sobre a participação da Seleção de Santo Antonio de Jesus no Intermunicipal 2016, o presidente disse que precisa analisar porque ainda existem problemas de recursos para serem resolvidos. Requembal finalizou lembrando que mesmo tendo cargo de confiança no município, é possível firmar um convênio entre a Liga e a prefeitura por meio de empresa, como aconteceu em Ituberá. (Chiquito Fernandes/GloboFest)


Comentários

Os comentários estão fechados.