Acabou antes mesmo de começar: MC Livinho desiste de ser jogador de futebol no dia da apresentação

A carreira como jogador de futebol de MC Livinho chegou ao fim – antes até de começar. A apresentação do cantor como reforço do Audax para a Série A2 do Campeonato Paulista estava marcada para a tarde desta terça-feira, mas foi cancelada poucas horas antes. O clube de Osasco alegou “motivo de força maior”. Em post em uma rede social, Rodrigo Oliveira, dono pra produtora GR6, que trabalha com Livinho, afirmou que não seria possível conciliar o futebol com a carreira de músico do MC. 

– O futebol vamos ter que deixar para uma próxima – escreveu. 

Em nota, o Audax se desculpou com os veículos de imprensa. Confira:

“O Grêmio Osasco Audax vem a público informar que por motivos de força maior, a Assessoria de Imprensa do MC Livinho solicitou o cancelamento da entrevista coletiva previamente agendada para hoje (10 de março) ao meio-dia.

O Audax pede desculpas aos profissionais de mídia que demonstraram interesse em comparecer no evento. Infelizmente, a resolução do ocorrido está alheia aos nossos esforços. O clube deixa nossa estrutura e profissionais à disposição dos veículos de mídia para produzirem o conteúdo que desejarem.

No momento, sem mais.”

Livinho iniciou a carreira no funk aos 14 anos, após trabalhar como garçom, vendedor e ajudante de pedreiro. Mesmo na música, nunca deixou o desejo de ser jogador profissional, mas esbarrou na falta de oportunidades para realizar o sonho de infância. Seu maior objetivo era um dia defender o Corinthians, seu time do coração. Globo Esporte


Comentários

Os comentários estão fechados.