Acusado de homicídio contra técnica de enfermagem em Amargosa é preso

Foi preso o amargosense identificado por Wellington Aragão Silva, 25 anos, vulgo “Nenho”, acusado da autoria do homicídio que vitimou a técnica em enfermagem Angélica Borges, em agosto de 2016, durante um confronto entre facções. O mesmo também é acusado de ataque contra uma agência bancária. Conforme informações apuradas por nossa equipe de redação, a prisão ocorreu na noite desta quarta-feira(06), durante uma operação da CIPE-Chapada e Polícia Militar na cidade de Boa Vista do Tupim. O mesmo estava em posse de um revólver Cal. 32 com 04 munições intactas. 

Após consulta, os policiais verificaram que Welligton responde por homicídio na cidade de Amargosa e é suspeito de participar de um arrombamento da agência do Banco do Brasil naquela cidade, ocorrido no dia 03 de fevereiro de 2019. O mesmo foi preso em flagrante e colocado a disposição da justiça.
O Crime.
O homicídio ganhou grande repercussão em Amargosa por ter sido a técnica em enfermagem vítima de “Bala Perdida”, durante confronto entre facções criminosas rivais, na avenida São Cristóvão. De acordo com as investigações da Polícia Civil de Amargosa, integrantes da facção criminosa Bonde do Maluco entrou em confronto com a “Facção Família”, a qual Welligton faz parte, onde ocorreram vários disparos de arma de fogo. Momento que a vítima foi atingida na cabeça. Após o fato, o serviço de inteligência iniciou as investigações, conseguindo identificar os envolvidos no tiroteio. Provas foram reunidas para emissão de mandados de prisões preventivas contra os envolvidos.  Alguns já foram presos e outros ainda estão foragidos. AmargosaNews.

 


Comentários

Os comentários estão fechados.