Amargosa: Polícia prende 60 pessoas em três meses após revolta.

A

Cerca de 60 pessoas foram presas em Amargosa, sudoeste, depois da revolta de julho de 2014, segundo o delegado da cidade, Adilson Bezerra de Freitas. As prisões foram feitas pela Polícia Civil no intervalo de três meses. Com o incêndio da delegacia, a cidade ficou sem carceragem, o que ocasionou a transferência de presos para municípios vizinhos ou para o presídio de Valença.O delegado substituiu a delegada Glória Isabel Santos Ramos, exonerada do cargo após a onda de ataques. Segundo Bezerra de Freitas, em matéria do jornal A Tarde, depois da revolta houve aquisição de novos armamentos, a exemplo de fuzis e metralhadoras, além do aumento de um para três policiais do serviço de inteligência.
Ainda de acordo com o delegado, com as prisões, a cidade pôde voltar à normalidade em relação à segurança pública. O tráfico de drogas na cidade, responsável por 70% dos crimes no município, continua sendo combatido, informou Freitas. (InfoSaj)


Comentários

Os comentários estão fechados.