Após tuberculose, Simaria volta aos palcos depois quatro meses, mas em ritmo desacelerado

Prestes a voltar aos palcos como dupla, as baianas Simone e Simaria não escondem a felicidade de cantar juntas novamente. O retorno será consagrado nesta quinta-feira (9), em um mega show no Espaço das Américas, em São Paulo (SP) com participação especial do padre Fábio de Mello e abertura do humorista e digital influencer alagoano Carlinhos Maia. A volta de Simaria Mendes, 35 anos, acontece cerca de quatro meses após o diagnóstico de tuberculose ganglionar. Ela terá de cumprir mais dois meses de tratamento contra a doença e precisa seguir recomendações médicas. ”Aprendi a olhar mais para mim, a me alimentar melhor e a beber água, coisas que não fazia”, disse Simaria, em coletiva realizada nesta terça-feira (7), em SP. ”Foram 18 dias internada e, naquele momento, a única coisa que pensava era na minha saúde. Desde antes, eu sabia que estava sentindo alguma coisa e que não estava normal. Eu pensava na minha irmã, nos fãs e nunca olhava pra mim. Mas chegou o momento de olhar pra mim. São quatro meses de aprendizado: vamos diminuir a quantidade de shows e a carga de trabalho. A gente tem que trabalhar com consciência”. desabafou Simaria. Se antes as ‘coleguinhas’ faziam 30 shows por mês, agora não devem passar de 15, já que pretendem fazer no máximo três shows por semana, aos finais de semana. Tudo isso faz parte do novo objetivo da dupla, que envolve desacelerar um pouco o ritmo de trabalho, cuidar mais da saúde e curtir os momentos em família.

A mudança de rotina foi ainda mais necessária porque, além da tuberculose, Simaria teve outros problemas de saúde e chegou a pesar 42 kg (seu peso normal é entre 49 kg e 50 kg). ”Me lasquei de tudo o que é jeito. Tive H. pylori (bactéria que pode causar câncer de estômago), anemia, joelhos machucados por conta do salto… Precisei até fazer fisioterapia e estou fortalecendo com academia”, contou a artista, que enfrenta ainda problemas com os dentes. ”Meu médico já tinha notado que eu não estava bem por causa de uma lentes antigas que tinha feito com um profissional que não era bom. Quando fui procurar um profissional de verdade, meus dentes estavam todos acabados”. Desde então, a cantora está usando dentes provisórios que disfarçam bem: ”Meu médico disse que só vai mexer quando eu estiver 100%”. Apesar da situação complicada, a baiana encara tudo com bom humor. ”Estou igual uma vampira – quando você arranca os dentes, fica só os fiapos. Se você me olhar sem dente, você corre”, brinca. Apesar do médico ter lierado que ela retorne aos trabalhos, Simaria disse que vai tomar muitos cuidados. Pediu, então, a compreensão dos fãs, já que ainda faltam mais de dois meses de tratamento. ”Se um dia tiver fazendo show e precisar ir embora, é porque preciso descansar. Não estou curada. Faltam dois meses e meio de tratamento, mas já me sinto bem melhor. Meu médico me liberou para fazer trabalhos, mas não em excesso”. Para Simone Mendes, 34, o período sem a irmã foi sinônimo de sobrecarga, mas também de muitos aprendizados. ”Ô dinheiro difícil de ganhar”, destacou. ”A gente sempre foi tampa e panela. Foi muito difícil pra mim e serviu  para aprender muita coisa. Aprendi que é preciso desacelerar. Fiquei cansada e tive um esgotamento por conta dessa grande carga de trabalho. Isso me fez enxergar que não dá pra viver assim. Subir no palco e receber o carinho dos fãs é o melhor momento da vida de artista. Poder desfrutar das coisas que o sucesso traz, como dormir bem, tomar banho em um banheiro que a gente sempre sonhou, etc, também é bom. Mas a felicidade não está só nisso, está em outras coisas. Se a gente não tomar cuidado e resgatar isso, acontecem coisas sérias como doenças ou depressão”, afirma a caçula. (BMF)


Comentários

Deixar uma Resposta