Assassinato de mulheres cresce mais de 80% na Bahia em 10 anos

Um dos dados mais preocupantes do Atlas da Violência 2018, que mostrou que a taxa de homicídios na Bahia dobrou em 10 anos, é o aumento da taxa de assassinatos de mulheres no estado, que apresentou número muito maior que a média de crescimento nacional. Enquanto o número de mortes violentas de mulheres no país cresceu 6,4% entre 2006 e 2016, período analisado no levantamento, na Bahia, esse aumento foi 81,5%. Só em 2016 foram 4.645 mulheres assassinadas no Brasil – o que leva a uma taxa de 4,5 homicídios para cada 100 mil brasileiras, de acordo com o Atlas da Violência. Na Bahia, foram 441 mulheres mortas neste mesmo ano. A nova edição do atlas foi divulgada nessa terça-feira (5) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). (CORREIO)


Comentários

Os comentários estão fechados.