Buscas por avião que desapareceu com Emiliano Sala são retomadas no Canal da Mancha

As buscas pelo avião que transportava o jogador argentino Emiliano Sala foram retomadas na manhã desta quarta-feira (23). A aeronave desapareceu enquanto sobrevoava o Canal da Mancha, que fica entre a França e o Reino Unido. O monomotor modelo Piper Malibu, com dois passageiros, tinha decolado do aeroporto de Nantes (França) e seguia para Cardiff, no País de Gales, na noite de segunda-feira (21). A aeronave desapareceu dos radares por volta das 20h30 (horário local) quando estava a cerca de 20 km ao norte da ilha britânica de Guernsey. A polícia de Guernsey informou que está priorizando seus esforços na possibilidade de o avião em que Sala estava ter pousado na água e de o argentino ter entrado em um bote salva-vidas que estava a bordo. A polícia disse que outras três possibilidades são que Sala e o piloto do avião tenham aterrissado em outro lugar, mas não tenham conseguido fazer contato; que tenham sido resgatados por algum navio que passava; ou que a aeronave tenha se partido ao bater na água. Dois aviões sobrevoam uma área específica onde a equipe acredita que seja mais provável encontrar vestígios, com base no estudo das marés e das condições meteorológicas. Áreas costeiras ao redor da ilha de Alderney, assim como ilhas próximas, serão sobrevoadas. “Nossa área de busca é priorizada na opção de bote salva-vidas”, disse a polícia de Guernsey pelo Twitter. Na terça-feira, a polícia havia informado que as buscas pelo avião se concentravam em uma área de cerca de 3 mil km², perto da costa noroeste da França.


Comentários

Os comentários estão fechados.