Fim de jogo em Marcionílio Souza! Terminou empatada em 1×1 a partida entre Seleção de Marcionílio Souza e Seleção de Laje, em jogo de ida pelas quartas de final da Copa Inter Vale. Micael, foi eleito pela equipe Líder, o melhor jogador em campo e recebeu a informação e o troféu através do Repórter Kiko Nunes. A partida de volta acontecerá no dia 03/07, no Almeidão, em Laje.

Confira outros resultados:

Assista com a qualidade da TV e Rádio Líder, Emissora Oficial da Competição!


O Bahia teve quebrada a invencibilidade na Arena Fonte Nova pela Série B do Brasileiro. Na noite desta terça-feira (14), o Tricolor foi derrotado pela Chapecoense por 1 a 0, na abertura da 13ª rodada. Com apenas dois minutos de bola rolando, Chrystian marcou o único gol da partida.

Com o resultado, o Esquadrão de Aço segue com 25 pontos na vice-liderança da tabela de classificação, sete a mais do que o Grêmio, que está fora do G-4, no quinto lugar. Brigando contra o rebaixamento, a Chape deixou o Z-4 ao somar 15 e assumir a 11ª posição.

O Bahia só volta a jogar na Série B no dia 25 de junho, um sábado, às 16h, novamente na Fonte Nova, contra o Novorizontino, pela 14ª rodada. Porém, antes disso, o Tricolor encara o Athletico-PR, no dia 22, uma quarta, às 19h30, também em casa, pela partida de ida do confronto das oitavas de final da Copa do Brasil.

O JOGO

A casa é do Bahia, que começou o jogo buscando o ataque e ainda conseguiu um escanteio. Porém, quem abriu o placar foi a Chape com Chrystian aos dois minutos de partida. Tiago Real descolou bom cruzamento da direita e o camisa 7 tocou de cabeça vencendo Danilo Fernandes. Bahia 0x1 Chapecoense

Quando o jogo recomeçou, Perotti cometeu uma falta dura em Ignácio. Num primeiro momento, o árbitro Douglas Marques das Flores mostrou o cartão amarelo. Porém, ao rever o lance no VAR, ele anulou o primeiro cartão e mostrou o vermelho direto para o atacante da Chape. Por reclamação, o técnico Gilson Kleina recebeu o amarelo, depois foi a vez do treinador de goleiros, César, também ser advertido.

Vencendo a partida, o goleiro Vagner começou a fazer cera demorando nos momentos de repor a bola. Enquanto o Bahia partia para cima na base da troca de passes, tentando o empate. Aos 17 minutos, Rodallega deu um belo passe para Rildo, que toca mal na bola e manda por cima da trave. Mas na jogada, ele acabou se chocando com o goleiro Vagner. Aos 22, foi a vez de Daniel tocar de cabeça levando perigo para a meta catarinense.

Aos 37 minutos, o goleiro Vagner foi punido com o amarelo pelas demoras em repor a bola. Enquanto o Bahia esbarrava na defesa catarinense, a Chape encaixou seu segundo ataque. O cruzamento veio da direita, Chrystian subiu, mas não conseguiu alcançar para cabecear a bola. A resposta do Tricolor veio em seguida com Rodallega que parou na trave. Cruzamento de Borel e o colombiano tocou de cabeça carimbando o poste esquerdo de Vagner.

Segundo tempo

O Bahia voltou modificado dos vestiários. Vitor Jacaré entrou no lugar de Mugni, Luiz Henrique ficou com a vaga de Djalma, e Ignácio deu lugar a Rezende. Na Chape, Kevin substituiu Derek.

O Tricolor voltou pressionando a Chape em busca do empate. Aos oito minutos, Luiz Otávio mandou uma bomba de cabeça no travessão. Na sequência, Vitor Jacaré bateu com força, mas Vagner espalmou.

Vitor Jacaré foi lançado e partiu na velocidade aos 15 minutos. O goleiro Vagner saiu e o atacante do Tricolor caiu na área. O árbitro assinalou a falta fora da área e mostrou vermelho para o arqueiro da Chape. Porém, o VAR analisou o lance e anulou a jogada e o cartão, apontando o impedimento do camisa 29.

Aos 20 minutos, os dois times ficaram com 10 jogadores em campo. Patrick recebeu o segundo amarelo por uma falta no meio-campo e foi expulso.

O Bahia armou boa trama aos 27 minutos. No toque de bola, Rodallega tocou pra Rildo, que tentou bater de primeira, mas acabou errando o chute.

O Tricolor não desistia e tentou duas vezes com Rildo. A primeira foi aos 38, onde ele ficou com a sobra, mas mandou para fora. A segunda foi dois minutos depois, em que ele dominou e chutou para a defesa de Vagner.

FICHA TÉCNICA
Bahia 0x1 Chapecoense
Série B – 13ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador

Data: 14/06/2022 (terça-feira)
Horário: 19h
Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Luiz Alberto Andrini Nogueira (ambos de SP)
VAR: Wagner Reway (PB)

Cartões amarelos: Patrick, duas vezes, Daniel (Bahia) / Gilson Kleina, Pablo, Vagner, Kevin, Chrystian (Chapecoense)

Cartões vermelhos: Patrick (Bahia) / Perotti (Chapecoense)

Gol: Chrystian (Chapecoense)

Bahia: Danilo Fernandes; Douglas Borel (Raí), Ignácio (Rezende), Luiz Otávio e Djalma (Luiz Henrique); Patrick, Mugni (Vitor Jacaré) e Daniel; Rildo, Davó (Gabriel Xavier) e Rodallega. Técnico: Guto Ferreira.

Chapecoense: Vagner; Pablo (Guilherme Rend), Léo, Victor Ramos e Fernando; Matheus Freitas (Betinho), Oliveira e Tiago Real (Ederson); Derek (Kevin), Chrystian (Frazan) e Perotti. Técnico: Gilson Kleina.

(BN)


Fim de jogo em Laje! Com gols de Kaká, Rildo e Caio Jambeiro, a Seleção de Laje venceu a Seleção de Irajuba por 3×0 em jogo de volta pela quarta fase (oitavas de final) da Copa Inter Vale, e garantiu vaga na próxima fase. Irajuba fica pelo caminho. Ao final da partida, o goleiro da equipe de Laje, Messias, foi eleito pela equipe Líder, o melhor jogador em campo e recebeu a informação e o troféu através do Repórter Kiko Nunes. No próximo dominga Laje enfrenta a Seleção de Marcionílio Souza

Outros resultados.

Uruçuca 0x1 Itapetinga
Laje 3×0 Irajuba
Cachoeira (5) 0x0 (3) Castro Alves
Marcionílio S. 3×1 Wenceslau G.
Barra do Rocha (3) 1×1 (4) Jaguaquara

Classificados direto:

1° Laje – 23 pontos
2° Wenceslau G. – 20 pontos
3° Cachoeira – 19 pontos
4° Itapetinga – 17 pontos
5° Jaguaquara – 16 pontos

Classificados como biônicos:

Uruçuca – 22 pontos
Barra do Rocha – 21 pontos
Marcionílio Souza – 20 pontos

Confrontos das quartas de final:

Jogos de ida, 19/06, 15h:

Marcionílio Souza x Laje
Barra do Rocha x Wenceslau
Uruçuca x Cachoeira
Jaguaquara x Itapetinga

TV /Rádio Líder: Emissora Oficial da Competição!


O que era um jogo para a torcida do Vitória lamentar apenas as chances perdidas em campo no empate em 1×1 contra o Atlético Cearense, ganhou contornos lastimáveis de violência que mascararam a boa atuação do time comandado por Fabiano Soares.

Muito antes da sequência de expulsões e agressões em campo, a bola rolou na noite deste sábado (11) no estádio Presidente Vargas (PV), em Fortaleza, e o Leão se comportou bem defensivamente, ao anular as investidas ofensivas do adversário na primeira etapa e, no segundo tempo, quase não sofrer finalizações. Faltou ao time um pouco mais de paciência e boa pontaria para converter as chances criadas em gols.

Nem a expulsão de Vanderlan, do Atlético, no segundo tempo (essa em circunstâncias de bola rolando) foi o suficiente para ajudar o Leão a encontrar o caminho das redes. O Vitória chegou a 11 pontos conquistados e se distanciou do G8 da Série C.

No primeiro tempo, o Vitória tinha dificuldade em encontrar espaços pelas laterais. Quando conseguiu encaixar um contra-ataque, abriu o placar. Após lançamento vindo da defesa do Atlético Cearense, o lateral Alemão ganhou a dividida contra Marcelinho, arrancou na intermediária, tabelou com Rafinha e serviu o atacante livre na área, que finalizou no alto para marcar. Esse foi o quarto gol do atacante com a camisa rubro-negra em cinco jogos. Ele é o artilheiro do time na Série C.

O gol de empate veio dez minutos depois. O meia Lucas Bessa cobrou uma bela falta e viu Lucas Arcanjo chegar certeiro na bola para mandar para escanteio. Bessa voltou a bater a bola parada e, dessa vez, o zagueiro Caio Acaraú recebeu uma bola escorada e empurrou para as redes de Arcanjo. 1 a 1 no placar.

Com o empate, Vitória segue com as atenções divididas na Série C. Enquanto mira uma vaga no G8, que classifica para a próxima fase da competição, ainda se preocupa com a iminência de retornar à zona de rebaixamento. O rubro-negro chegou a 11 pontos conquistados e viu o Ypiranga-RS, primeiro time dentro do G8, abrir cinco pontos de vantagem. Olhando para baixo, foi beneficiado com a derrota do Campinense, que é o primeiro no Z4, e está com dois pontos a mais. (Voz da Bahia)


No frio de Ponta Grossa, o Bahia conquistou o seu terceiro triunfo consecutivo nesta Série B. Dentro do estádio Germano Krüger na noite deste sábado (11), o Esquadrão superou o Operário por 1 a 0 com gol marcado por Lucas Mugni.

Com o resultado, o Tricolor vai aos 25 pontos e segue na segunda posição da competição nacional. O time volta a jogar na próxima terça-feira (14), às 19h, contra a Chapecoense na Arena Fonte Nova.

O JOGO

Os primeiros minutos da partida foram marcados pela falta de criatividade das duas equipes e pouca efetividade quando a bola chegava no campo ofensivo. Aos 23 minutos, por exemplo, Mugni recebeu com liberdade na grande área e finalizou para longe do gol.

O Operário tentou de longe com Ricardinho, que mandou uma bomba e o goleiro Danilo Fernandes defendeu em dois tempos.

A equipe de Guto Ferreira assustou aos 33. Na entrada da área, Djalma finalizou com força e o goleiro Vanderlei rebateu com o pé. Três minutos depois, Rildo finalizou colocado e Vanderlei espalmou.

Segundo tempo

O Bahia começou a segunda etapa com espaço no ataque e perdendo boas oportunidades. Aos dez minutos, Rildo recebeu com liberdade, cortou e mandou por cima.

Aos 20 minutos, foi a vez do Operário. Fernando Neto passou para Silvinho, que bateu forte para o goleiro Danilo Fernandes espalmar.

A equipe tricolor continuou em cima aos 25, Rodallega finalizou de fora da área e a bola passou sobre a meta.

Lucas Mugni abre o placar

O Esquadrão saiu na frente aos 35 minutos. Após sobra no vico da grande área, Mugni bateu rasteiro, a bola desviou no defensor no Operário e morreu no fundo do barbante.

Em vantagem numérica por conta da lesão de Alemão, o Bahia soube administrar bem os minutos finais e conseguiu voltar a vencer como visitante na competição.

FICHA TÉCNICA
Operário 0 x 1 Bahia
Série B – 12ª rodada

Local: Germano Krüger, em Ponta Grossa
Data: 11/06/2022 (sábado)
Horário: 18h30
Árbitro:  Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos e Lorival Candido das Flores (ambos do RN)
VAR:  Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

Cartões amarelos: Djalma e Luiz Henrique (Bahia)

Gol: Lucas Mugni (Bahia)

Operário: Vanderlei; Thales (Giovanni Pavani), Reniê e Fagner Alemão; Arnaldo (Lucas Mendes), Ricardinho, Fernando Neto (Tomas Bastos), Rafael Chorão (Felipe Saraiva) e Fabiano; Silvinho e Paulo Sérgio (Júnior Brandão). Técnico: Claudinei Oliveira.

Bahia: Danilo Fernandes; Douglas Borel, Luiz Otávio, Ignácio e Djalma; Emerson Santos, Mugni (Lucas Falcão) e Daniel (Gregory); Rildo (Jacaré), Raí Nascimento (Davó) e Rodallega (Luiz Henrique). Técnico: Guto Ferreira.


O Bahia venceu mais uma na disputa da Série B. Dentro da Arena Fonte Nova na noite desta quarta-feira (8), a equipe de Guto Ferreira sofreu, mas bateu o Sport por 1 a 0 com um golaço do atacante Vitor Jacaré. Com o resultado, o Tricolor avançou aos 22 pontos e fechou a 11ª rodada no segundo lugar. O próximo desafio será no próximo sábado (11), às 18h30, contra o Operário em Ponta Grossa-PR. (Bahia Noticia)


Fim de jogo em Irajuba! Terminou empatada sem gols a partida entre Seleção de Irajuba 0x0 Seleção de Laje, em jogo de ida pela quarta fase (oitavas de final) da Copa Inter Vale. Ao final da partida, o lateral da equipe de Irajuba, Marreco, foi eleito pela equipe Líder, o melhor jogador em campo e recebeu a informação e o troféu através do Repórter Kiko Nunes. No próximo domingo (12), acontece a partida de volta no Almeidão, em Laje. Assista com a qualidade da TV e Rádio Líder, Emissora Oficial da Competição. Confira outros resultados:

Fonte: TV/Rádio Líder


Nesta quarta-feira (01), O Prefeito Binho de Mota, anunciou através das redes sociais que irá, mais uma vez, disponibilizar quatro ônibus para a torcida da Seleção de Laje se deslocar até a cidade de Irajuba, para acompanhar de perto a partida de ida pela quarta fase da Copa Inter Vale, no próximo domingo (05). Segundo o gestor, a Mancha Azul, terá a sua disposição, quatro ônibus com 50 vagas em cada um deles. Porém, o mesmo alerta para a necessidade de um cadastro prévio para assegurar a vaga. Maiores detalhes serão passados pela Secretaria Municipal de Esportes. Esta é a segunda vez consecutiva que o Prefeito disponibiliza tamanha quantidade de transporte para um jogo fora de casa.

Fonte: TV/Rádio Líder FM de Laje

Fim de jogo em Laje! Com gols de Dondon (2x) e Kaká (Laje) e Saymon (Santa Inês) a Seleção de Laje venceu a Seleção de Santa Inês pelo placar de 3×1,  Ao final da partida, o atacante da equipe de Laje, Dondon, foi eleito pela equipe Líder, o melhor jogador em campo e recebeu a informação e o troféu através do Repórter Kiko Nunes .conquistando a vaga para a quarta fase da Copa Inter Vale. TV e Rádio Líder, Emissora Oficial da Copa Inter Vale!


Vitória venceu, neste sábado (28), o Campinense, por 1 a 0, e conquistou o segundo triunfo consecutivo na Série C do Campeonato Brasileiro. Foi a primeira vitória fora de casa. O placar foi aberto aos 6 minutos do 2º tempo. Depois do escanteio cobrado na área do Campinense, houve bate-rebate e a bola sobrou para o zagueiro rubro-negro Danilo Cardoso, que não perdoou, balançou a rede e correu para a torcida. Com o triunfo, o Vitória fica em 11º lugar, a três posições de garantir uma vaga para a segunda fase do campeonato. (Bahia Notícias).


O jovem Maycon Vitor, oriundo de Jaguaquara/BA começa a escrever a sua história no futebol brasileiro. O meia – atacante, de 18 anos, formado no Botofago do Rio assinou, nesta terça-feira (24) o seu primeiro contrato como atleta profissional com o clube.

Em postagem na rede social, o jaguaquarense oriundo do bairro Casca, apelido em Jaguaquara por ”Esquerdinha” comemorou a assinatura do contrato; ”Obrigado meu Deus, por tornar esse sonho realidade. Hoje assinei meu primeiro contrato profissional”, escreveu o jogador, que se torna uma das promessas do Botafogo.

De origem bastante humilde, ele é empresariado por Heurelho da Silva Gomes, ex-goleiro do Cruzeiro, que aposta no seu talento.

*por Marcos Frahm