Integrantes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte capturaram, na segunda-feira (15), os irmãos Éverton Almeida de Oliveira, 25 anos, e Heldes Almeida de Oliveira, 28, na localidade da Pedra Branca, em Esplanada. Localizados, após denúncias de populares sobre assaltos a veículos, numa residência situada no KM-1, da BA-233, eles já eram monitorados pela delegacia local e por esta unidade especializada da Polícia Militar. Com a dupla, que confessou torturar as vítimas, para obrigá-las a entregar os pertences, foram apreendidos sete quilos de maconha, duas espingardas calibres 12 e 32, um revólver calibre 38, nove celulares, três relógios, um som automotivo e R$ 1.049. Éverton foi autuado em flagrante por prática de roubo qualificado e porte ilegal de armas e Heldes por tráfico de drogas. (Fonte: Mídia Bahia)


Na manhã desta terça-feira (16), foi realizada uma operação conjunta entre a Polícia Civil e a Polícia Militar no Km-100, município de Nova Itarana, em combate a crimes de tráfico de drogas, crimes patrimoniais e de posse ilegal de arma de fogo. A ação teve participação das equipes da Polícia Civil de Brejões, de Milagres e da Polícia Militar.  Durante a operação foi preso em flagrante delito Jair Alves de Jesus, vulgo Toca, com o qual foram encontrados um revólver calibre .38 com 7 munições intactas e a quantia de R$ 3.120,00 reais,  oriunda do tráfico de drogas e que seria depositada no conta de um traficante da cidade de Jequié. Também foi preso em flagrante delito Jon Leno Souza de Jesus, com o qual foi encontrada um motocicleta Honda CG 150, cor Azul, placa OKK-2841, a qual havia sido roubada no dia 01/10/2018 na cidade de Itiruçu. Foram apreendidos também dois quites de bijuterias, os quais teriam sido roubados no dia 20/09/2018 na BA-026 em Brejões, dois cigarros de maconha, e 9 munições, sendo 4 de calibre 380 e 5 de calibre 38. Toca é um dos autores dos roubos ocorridos na BA-026, inclusive teria utilizado a motocicleta apreendida com Jon Leno para empreender fuga. (Fonte: Mídia Bahia)


Polícia Federal indicia Temer por corrupção e lavagem de dinheiro

A Polícia Federal concluiu o inquérito que investigava Michel Temer e o grupo político dele sobre o recebimento de propina em troca de benefícios a empresas do setor portuário e indiciou o presidente e a filha Maristela por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. De acordo com o jornal “O Globo”, outros acusados também foram indiciados. (Notícias ao Minuto)


Interesse em marido motivou envenenamento de família em Maragogipe, diz Polícia Civil

Após mais de dois meses, o crime que chocou Maragogipe foi esclarecido pela Polícia Civil. Elisângela Almeida Oliveira envenenou Adriane e as filhas, depois que a autora passou a demonstrar interesse pelo marido da vítima e as duas se desentenderam. A informação foi divulgada nesta terça-feira (16/10), pela Delegacia Territorial (DT) do referido município. Elisângela e Valci Boaventura Soares estão presos desde o dia 11 de outubro, quando a polícia cumpriu um mandado de prisão temporária contra o casal. A polícia apurou que a mulher utilizou um inseticida de uso agrícola, misturado em alimentos oferecidos as vítimas para consumar o crime. Um mandado de busca e apreensão já havia sido cumprido na casa de Elisângela e Valci, que vinha coagindo testemunhas para que não dessem informações à polícia e destruindo provas que poderiam revelar seu envolvimento nas mortes.


"Por pura perversidade um dos marginais matou o segurança"; diz  delegado sobre o crime na casa do prefeito de São Felipe

Dr. Edilson Magalhães coordenador da Polícia Cilvil em Santo Antonio de Jesus, em uma entrevista coletiva, dar detalhes sobre o assalto na casa do prefeito de São Felipe que resultou na morte do segurança Hamilton Nascimento dos Santos. Segundo o delegado, o caso já está quase elucidado. “O Prefeito possui um alambique no qual comercializa cachaça e teria uma quantidade de dinheiro no local, os suspeitos já estavam rodando a casa para cometer o assalto” declarou. As roupas utilizadas pelos dois homens e a moto era dos Correios facilitando a entrada deles no local. O coordenador diz que a polícia já tem conhecimento de onde eles conseguiram as roupas e a moto para cometer o crime e ainda revela que não ouve reação do segurança e do prefeito na hora do ato. “Com a farda dos Correios eles conseguiram enganar a segurança, entraram, rederam o prefeito; o segurança não esboçou nenhum tipo de reação, por pura perversidade um dos marginais matou um dos seguranças que tinha se rendido e já estavam no chão”, falou. Sobre o sequestro do Prefeito de São Felipe, Dr. Edilson Magalhães esclarece que não passou de uma Fake News. “Após o crime, bandidos fugiram com o dinheiro e o prefeito foi liberado”, declarou. (Voz da Bahia)


Itaparica: Irmãs são presas acusadas de roubar e matar homem com golpes de faca

As irmãs Jéssica e Sandra de Jesus de Sousa, de 22 e 19 anos, respectivamente, foram presas na localidade de Tairu, por policiais do Serviço de Investigação (SI), da 24ª Delegacia Territorial (DT), de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, na manhã desta terça-feira (16/10), acusadas de matar um homem, com golpes de faca, no município de Piraí, na região de Valença, Baixo Sul da Bahia. Segundo a Polícia Civil informou a imprensa local, o crime ocorreu em agosto de 2017 quando elas teriam roubado e matado José Valter da Silva Menezes Filho. Jéssica e Sandra foram presas e encaminhadas para o Complexo Penal da Mata Escura, em Salvador. (Bocão News)


Um usuário de drogas de prenome Fábio foi preso e apresentado à Delegacia Territorial de Cruz das Almas na manhã de domingo (14/10).  Segundo a polícia, ele é acusado de invadir uma casa no centro da cidade de Muritiba, furtou um aparelho de som e uma TV, na madrugada de sábado (13/10). O acusado invadiu a casa com os moradores dormindo, segundo divulgou Cruz na Tela. À polícia, o acusado contou que ao sair da casa com o equipamento de som na cabeça, um segurança conseguiu tomar de sua mão, masa TV já estava escondida na casa dela. Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada pelos moradores da casa. Na residência de Fábio, os policiais conseguiram recuperar a TV e  prender o acusado. Durante a conversa com a reportagem, Fábio falou que já foi preso com um baseado na mão, mas ficou recolhido por seis meses, por tráfico de drogas.  Ele ainda disse que já esteve internado num centro de recuperação em Salvador, mas não ficou por não cumprir a disciplina imposta a todos os internos no processo de tratamento. Após ser ouvido, o homem ficou preso à disposição da justiça. (Fonte: Andaiá Fm)


SAJ: Homem é assassinado dentro de sua casa na zona rural

Um homem foi assassinado na noite deste domingo (14/10), na localidade conhecida como Avenida, zona rural de Santo Antônio de Jesus, na divisa com o município de Dom Macedo Costa. “Cosme” de 22 anos estava em sua residência quando elementos armados chegaram atirando. O irmão da vítima, Damião, conseguiu fugir e não foi atingido. Já Cosme não conseguiu correr porque tinha sofrido uma queda de moto e estava com a perna fraturada. (Tribuna do Recôncavo)


Amargosa: homem é detido pela PM após furtar whisky de supermercado

Um homem de 35 anos foi detido pela Polícia Militar de Amargosa, na tarde deste domingo(14), acusado de furtar um litro de whisky de um supermercado. O fato foi confirmado pelo funcionário do estabelecimento. Segundo informações obtidas pela imprensa local com a Polícia Militar, o fato ocorreu por volta das 15h40. A guarnição do PETO realizava rondas de rotina nas imediações da Rua do Fogo, Santa Rita, quando foi abortado Clessio Romualdo dos Santos, 35, que apresentou atitude suspeita ao avistar a viatura. O acusado carregava nas mãos um litro de whisky que acabara de furtar em um supermercado. O funcionário do estabelecimento confirmou o furto e reconheceu o acusado. O mesmo foi conduzido à delegacia de polícia, juntamente com o produto e o proprietário do estabelecimento, onde foram colocados à disposição da Justiça. (Amargosa News)


 

Foto: Beni Comunicação

Na manhã desta quinta-feira (11), a polícia militar da cidade de São Felipe, no Recôncavo baiano, foi acionada para fazer uma ocorrência de tentativa de assalto na casa do prefeito de São Felipe, Rosálio Souza da Hora (DEM).

Segundo informações obtidas pela guarnição, um segurança de pronome Hamilton, foi baleado na cabeça e na mão. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), foi acionado, mas ao chegar no hospital da cidade, a vítima já estava sem sinais vitais.

O corpo de Hamilton foi encaminhado para o DPT de Santo Antônio de Jesus, onde estará sendo necropsiado. Os meliantes conseguiram fugir sem nenhuma quantia a ser levada. Até o fechamento desta matéria, nenhum dos assaltantes foram presos.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Beni Comunicação


Um casal foi preso pela polícia, na tarde desta quinta-feira (11), suspeito de envenenar uma mulher e as duas filhas dela em Maragogipe, no recôncavo baiano. Ao saber das prisões, um grande número de moradores da cidade cercou a delegacia para pedir justiça. Os portões da unidade policial foram fechados. Os presos foram identificados como Elisângela Almeida Oliveira e o marido Valci Boaventura Soares.

Eles estavam em casa quando tiveram um mandado de prisão temporária cumprido. A polícia ainda não divulgou o que pode ter motivado o crime segundo o G1. No entanto, as investigações apontam que o casal estava coagindo testemunhas para que não dessem informações, e destruindo provas que poderiam revelar o envolvimento deles nos crimes.

O casal será ouvido na delegacia. Conforme a Polícia, as vítimas foram envenenadas com um inseticida agrícola. Mãe e filhas morreram em um intervalo de 15 dias, entre o final de julho e o início de agosto, após apresentarem mal-estar com sintomas parecidos. O cachorro de estimação das vítimas também morreu. O pai das meninas é o único sobrevivente da família. A primeira morte registrada foi a de Greicy Kelly, 5 anos, no dia 30 de julho.

A menina chegou a ser levada para um hospital na cidade de São Félix, ao lado de Maragogipe, mas não resistiu. Em seguida, no dia 6 de agosto, a irmã dela, Ruth Santos da Conceição, de 2 anos, também passou mal. No dia 13 de agosto, a mãe das meninas, Adriane Ribeiro Santana Santos, também teve um mal-estar. As duas foram levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maragogipe, mas também não resistiram.

O pai das crianças, identificado como Jeferson Brandão, já foi ouvido pela polícia. De acordo com o delegado Marcos Veloso, o homem estava abalado e negou envolvimento nas mortes. A Polícia Civil investiga se um líquido e um chocolate podem ter provocado a morte das vítimas. O material foi encontrado na casa da família e passou por testes. Os laudos ainda não ficaram prontos.

No dia 27 de agosto, a Justiça autorizou o pedido de exumação do corpo da menina de 5 anos, que foi realizado no dia 5 de setembro pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT). A irmã dela e a mãe, também tiveram os materiais analisados. Como ela foi a primeira a morrer, o caso dela foi classificado como morte natural. Só após o óbito da irmã e da mãe foi que a polícia passou a suspeitar de envenenamento.

Inicialmente, a polícia tinha divulgado apenas a exumação de Greicy Kelly. No entanto, durante a realização do procedimento, o delegado Marcos Veloso, responsável pela investigação, informou que a irmã da menina, Ruth Santos da Conceição, de 2 anos, e a mãe Adriane Ribeiro Santana Santos, também seriam exumada. O procedimento foi realizado no Cemitério de Nagé, povoado de Maragogipe, onde a família foi enterrada.

Não foi preciso fazer a remoção dos corpos. Os técnicos colheram amostras no local e levaram para análise. Os resultados também não ficaram prontos. Sete pessoas, entre parentes e conhecidos das vítimas, foram ouvidas na delegacia de Maragogipe, numa acareação realizada em 21 de setembro. Os convocados prestaram depoimento juntos, ao delegado Marcos Veloso, titular da cidade. O conteúdo dos depoimentos não foi divulgado. (Infosaj)


A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (10) três ações simultâneas para investigar crimes relacionados ao primeiro turno das eleições de 2018. As informações foram divulgadas pela TV Globo. As ações da PF têm como objetivo aprofundar investigações sobre vídeos que circularam recentemente em redes sociais. Um deles mostra um eleitor digitando os números do candidato Jair Bolsonaro (PSL) na urna eletrônica com uma pistola. Agentes cumpriram mandados de busca e apreensão no Paraná. A PF também desencadeou ações em São Paulo e Sergipe. Ainda segundo a reportagem, a PF investiga supostos crimes de violação de sigilo do voto e porte ilegal de arma no Paraná, enquanto que em Sergipe e São Paulo, as investigações envolvem suposta incitação de crime contra candidatos. De acordo com a Justiça Eleitoral, é ilegal fotografar a urna eletrônica no momento do voto. “Fica vedado portar aparelho de telefonia celular, máquinas fotográficas e filmadoras dentro da cabina de votação”. A prática também pode ser interpretada como boca de urna, crime que pode levar a uma punição de seis meses a um ano de detenção, além de multa de R$ 5 mil a R$ 15 mil. (Fonte: Metro1)