Um homem foi alvejado por vários disparos de arma de fogo na manhã deste domingo (28), na localidade do Campo Belo, em Amargosa. Não há informações da motivação. Conforme informações obtidas, a tentativa de homicídio ocorreu por volta das 10h, as margens da rodovia BA-046, saída para Milagres. Trata-se de Jacson Ferreira de Oliveira que saiu a aproximadamente 15 dias do Presídio Regional de Jequié, por roubo majorado. É um dos suspeitos da morte de um policial civil de prenome Dilton. O grupo criminoso a que pertence está em disputa com a Facção Criminosa BDM de Jequié. Os autores dos disparos passaram em um carro modelo Celta, de cor preta, placa OKJ 5106, e efetuaram os disparos. A vítima foi socorrida pelo SAMU e seu estado de saúde é delicado. A Polícia Militar foi acionada e já possui informações sobre os suspeitos. Outro Caso: Na última quinta-feira (25), um jovem foi morto com disparo de arma de fogo na localidade rural conhecida por Baitinga, localizado em Amargosa. O crime chocou os moradores. A vítima, identificada por Diego de Jesus Silva, era morador da Catiara e foi atingida na cabeça. O mesmo é irmão de um ex-vereador de Amargosa. (InfoSaj)


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Presos tentaram fugir da carceragem da delegacia de Mutuípe neste sábado (27). Segundo informações, os detentos serram uma barra de ferro com uma lamina de barbear e tentavam escavar a parede de uma das celas para ganhar as ruas. A tentativa de fuga foi frustrada pelo policial civil Índio Josaphat que percebeu a ação e acompanhado do carcereiro realizou uma revista nas celas. Em entrevista o policial revelou como desconfiou da possibilidade de fuga: “eu estava de plantão no sábado a noite junto com o carcereiro Ulisses, e às 19h mais ou menos percebi um samba meio desafinado, com minha experiência sei que esse tipo de samba é para tentar cavar ou para que outro vá cavando e a gente não perceba, eu fui até a área externa coloquei o ouvido na parece e percebi as pancadas deles escavando, de imediato retornei a área interna, chamei o carcereiro Ulisses, recolhemos todos os detentos para as celas e depois de todos trancados, eu fui e abrir somente a cela de numero dois e tiramos os três detentos que estavam dentro, quando entrei e fiz a revista estava lá o buraco na parede e uma barra de ferro de aproximadamente 60 centímetros, imediatamente o detento Admilson, conhecido como “Del” confessou que estava com medo de ser transferido para o presídio de Valença e que por esse motivo tentou fuga, o acusado confessou ainda que usou duas laminas de barbear para serrar a barra de ferro e que os outros encarcerados não tinham culpa do ocorrido”.  Afirmou Josaphat. (MB)


Luiz Casaes, estava na tarde deste sábado (27) na porta de sua residência na Rua Virgílio Damásio, Centro de Cachoeira, no recôncavo baiano, quando foi surpreendido por homens armados numa moto que deflagrou sete tiros contra a vítima que morreu no local. Luís era muito conhecido na cidade como Bigu, homossexual, tinha bons laços com a sociedade, mas dias atrás tinha sido conduzido pela Polícia após ser pego com um cigarros de maconha. O corpo foi removido ao Departamento de Polícia Técnica de Santo Antônio de Jesus. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o crime.

Cantor de reggae é assassinado:

Na última quinta-feira(25) o cantor de reggae Léo Pitbull foi assassinado na cidade vizinha, São Félix. Cantor da banda Tribo de Levi, Léo foi morto no Alto da Rodagem na rodovia que liga a cidade ao munícipio de Muritiba. Homens armados interceptaram a moto do vocalista e disparou vários tiros contra a vítima que morreu no local. Léo era usuário de maconha. Nesta sexta feira (26) o corpo de Léo foi sepultado num clima de muita comoção na cidade presépio. (VB)


Duas pessoas foram mortas na noite desta sexta-feira (26), no município de Presidente Tancredo Neves, Baixo Sul do estado, a 271 km de Salvador. Os crimes ocorreram dentro de um bar e churrascaria, os dois mortos foram identificados somente pelos prenomes: Cleiton e Letícia, dono e funcionária respectivamente. Segundo informações de populares um veículo modelo gol, vermelho, de propriedade de Cleiton foi levado pelos criminosos, o que pode configuram latrocínio – roubo seguido de morte. A Polícia Militar foi acionada para resguardar as cenas do crime até a chegada da Polícia Técnica e realizar buscas aos autores dos homicídios. Os corpos foram removidos ao Instituto Médico Legal. (MB)


Um jovem trajando uma camisa de uma escola estadual foi morto a tiros na manhã desta sexta-feira (26), em Santo Antônio de Jesus no recôncavo baiano. O homicídio aconteceu no Bairro da Rádio Clube, mais precisamente na Rua Maria Amélia, próximo a uma igreja evangélica. Segundo as primeiras informações, a vítima identificada pelo nome Lucas, foi atingido por disparo de arma de fogo na cabeça. Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada ao local do crime, mais ate o momento ainda não informações sobre a autoria ou motivação do homicídio que deverá ser investigado pela 4ª Coordenadoria de Polícia do Interior (COORPIN). O corpo foi removido pela Polícia Técnica para o Instituto Médico Legal para ser necropsiado. Na foto abaixo é possível ver o corpo da vítima ao chão, ao lado esta o pai da de Lucas e dois policiais militares.


Dois presos fugiram da delegacia do município de Jaguaquara, localizado no Vale do Jiquiriçá, após cavarem um buraco na parede da cela onde estavam. De acordo com um agente da unidade policial, eles usaram um cabo de vassoura para abrir o buraco. A fuga ocorreu na madrugada desta última sexta-feira (26). Em contato na tarde de sábado (27), o agente da delegacia, que preferiu não se identificar, informou que tinham seis homens na cela, mas apenas dois fugiram. Ele ainda disse que havia um carcereiro no local, mas que não percebeu a movimentação dos presos. “Eles passaram uns três dias cavando. Ficaram futucando (sic) com o cabo de vassoura até abrir esse buraco. Meu colega não viu”, disse. Segundo o agente, o delegado da unidade mora na cidade de Jequié, que a 50 quilômetros de Jaguaquara, e soube da fuga na manhã de sexta-feira. No total, 9 presos estavam na delegacia até a fuga da dupla. A Polícia Militar faz buscas pela região para encontrar os fugitivos. O agente não soube informar quais crimes eles cometeram. Até a publicação desta reportagem, a dupla não havia sido encontrada. (InfoSaj)


A Polícia Civil de Amargosa prendeu nesta quinta-feira(25), a pessoa de Yan Philipe da Silva Sampaio Cunha, 18 anos, o qual, em companhia de seu parceiro Kennedy Matos de Almeida, estariam produzindo notas falsas e repassando no comércio de Amargosa. Após receber a denúncia de alguns estabelecimentos comerciais de que pessoas estavam repassando notas falsas na cidade, o SI da Delegacia de Amargosa iniciou as investigações, concluindo rapidamente pela participação dos acusados. Para tentar enganar os comerciantes, os acusados pediam alguns produtos alimentícios no comércio pelo serviço de entrega a domicílio, fazendo se passar por outra pessoa, alegando necessitar de troco para o valor de R$ 100,00 (cem reais), se diziam morar em outra residência, preferencialmente numa rua com pouca iluminação e em conluio com o menor de iniciais W. B. C., o qual entregava o dinheiro falso e recebia o produto e o troco em nota verdadeira. Há informações que os mesmos tentaram revender notas falsas. Os acusados irão responder pelos crimes de moeda falsa e corrupção de menor.  Yan Philipe da Silva Sampaio foi recolhido a carceragem e se encontra a disposição da Justiça Criminal.  O seu parceiro Kennedy Matos de Almeida não foi localizado. (Polícia Civil)


Uma tragédia chocou os moradores da localidade rural da Baitinga, localizado no município de Amargosa no Vale do Jiquiriçá. Um jovem de apenas 20 anos, foi morto com um disparo de arma de fogo na manhã dessa quinta-feira (25), e existe a suspeita de disparo acidental. Segundo informações, o crime aconteceu por volta das 11 horas. Dois jovens estavam manipulando uma arma de fogo modelo artesanal, quando ocorreu o disparo. Testemunhas afirmam que os jovens estavam brincando com a arma e que o disparo foi acidental. O autor do disparo fugiu do local do crime adentrando a vegetação deixando para trás documentos e celular, dando a entender que o disparo possa ter sido acidental. A vítima, identificada por Diego de Jesus Silva, era morador do Bairro da Catiara e foi atingida na cabeça. O mesmo é irmão de um ex-vereador de Amargosa. Uma viatura da Polícia Militar de Amargosa esteve no local e isolou a cena do crime para perícia. O Departamento de Polícia Técnica foi acionado para remoção do corpo para Santo Antônio de Jesus onde passou por necropsia. (InfoSaj)



Tenente Cel. Irlando Lino assumirá comando do 14º BPM em Santo A. de Jesus
Tenente Cel. Irlando Lino Magalhães será o novo comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar em Santo Antônio de Jesus. Lino irá assumir no lugar do Coronel Adalberto Piton que após promoção, assumirá a Assessoria de Planejamento estratégico na Capital baiana. Aspirante da turma de 1986, Irlando Lino possui especialização em Gestão da Segurança Pública, pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e atualmente é comandante da 46ª CIPM na cidade de Livramento.

Três acusados de envolvimento no crime do Policial Militar, morto na noite desta última terça-feira (23), no centro de Santo Antônio de Jesus, entraram em confronto com as guarnições da Polícia Militar e Civil na tarde desta quarta-feira (24), na Rua Justiniano Rocha Galvão, conhecida como ‘Rua da Cancela durante uma operação’. Identificados por Breno, Marcola e Léo Pacaia, tombaram durante a troca de tiros.

Segundo informações, Breno e Marcola são suspeitos de tirar a vida do policial Adelson Oliveira Silva baleado numa tentativa de assalto na Rua Jerônimo Araújo Almeida, conhecia como ‘Travessa do Beco do Boi’. O policial foi baleado quando tentava impedir um assalto a um caminhoneiro. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Regional onde passou por uma cirurgia e acabou morrendo por volta das 23 horas.

Durante a operação, a Polícia Rodoviária Estadual montou barreiras na BR-101 para evitar a fuga dos bandidos, o que levou a uma ação mais rápida das Polícias Militar e Civil. Segundo informações do comandante do 14ºBPM, os suspeitos estavam esperando resgaste para fugirem para a Ilha de Itaparica. Há 17 anos no efetivo do 14º Batalhão, o PM deixa esposa e filha pequena. (Infosaj)


Em resposta as declarações do cantor Igor Kannário durante sua apresentação no domingo (21), último dia de Micareta de Feira, o coronel Adelmário Xavier, do Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL), disse ao Acorda Cidade que faltou uma reposta mais rígida da Polícia Militar em relação ao comportamento do cantor. Ele declarou que o artista deveria ter sido conduzido em flagrante por desacato a funcionário público em serviço e que se estivesse na hora iria retirá-lo de cima do trio.

Durante a festa o cantor parou de cantar para pedir a punição a uma policial feminina após acusá-la de agredir foliões durante a festa. Ele disse ainda que era mais autoridade que a policial por ser um vereador.

“Infelizmente quando isso chegou ao meu conhecimento eu já tinha saído do circuito porque se eu chego perto dele, o procedimento normal era deixar terminar a apresentação e conduzi-lo à delegacia. Se eu chego no momento eu iria arrancá-lo do trio e se caso fosse eu iria fazê-lo engolir aquele microfone para ele aprender a respeitar as pessoas e a Polícia Militar da Bahia”, declarou o coronel.


Baleado durante uma tentativa de assalto na noite desta última terça-feira (23), no centro de Santo Antônio de Jesus, o Policial Militar Adelson Oliveira da Silva não suportou os ferimentos e acabou falecendo na UTI do Hospital Regional por volta das 23 horas. Segundo informações do 14º Batalhão de Polícia Militar, o PM foi atingido no lado esquerdo do tórax por um projétil de arma de fogo.

Os elementos que baleou o policial estavam em uma motocicleta de cor preta, placa ignorada, os quais fugiram após o crime tomando destino ignorado. Ele estava na Rua Jerônimo Araújo Almeida, conhecida mais por ‘Travessa do Beco do Boi’. O fato aconteceu por volta das 19 horas quando Adelson interviu no assalto a um transeunte identificado por Antônio Souza dos Santos que é caminhoneiro.

O Policial ainda foi socorrido com vida e estava consciente quando deu entrada no HRSAJ, passou por cirurgia, mais infelizmente acabou falecendo. Querido pela corporação do 14º Batalhão de Polícia Militar em Santo Antônio de Jesus, Adelson era casado e deixa uma filha. De acordo com informações, a Polícia Militar e Civil estão fazendo diligências na cidade no intuito de identificar e prender os autores do crime. O comandante do 14ºBPM, tenente coronel Adalberto Píton, lamentou a morte do soldado com profunda tristeza.