71599e93754e53d9667e64107ace952f

Mais uma vez a população de Ubaíra no Vale do Jiquiriçá ficou refém dos criminosos, de acordo com informações que chegam a redação do Mídia Bahia, um comerciante identificado com “Tonhe de Nery” foi assaltado e duas pessoas foram feitas reféns, o comercio foi fechado. A policia Militar formou um grande cerco na cidade para prender os assaltantes, aguardem novas informações. Outra informação é de que o governador Rui Costa exonera a delegada Dra. Aline e nomeia a Dra. Ivia Vidal para assumir a delegacia de Ubaíra.
Confira o Vídeo: 


rtemagicc_nazare_faccao.jpg
Vizinhos do manguezal localizado nos fundos da Rua Katiara, em Nazaré, no Recôncavo, costuma ouvir mais que ruídos noturnos da fauna nativa da área lamacenta. O local é conhecido como tribunal do júri da facção fundada por Adílson Souza Lima, o Roceirinho, antigo morador da região e que hoje está no presídio federal de Campo Grande (MS). O nome da via de paralelepípedos cercada de casas com  tijolos à mostra, enladeirada e cercada por morros, batiza o grupo criminoso liderado por ele, que utiliza o mangue como sala de torturas. 
 
Moradores relataram ao Portal que, a prática já foi mais frequente, mas  mesmo assim não é raro,  à noite,  ouvirem, vindos do mangue, gritos e gemidos de vítimas da facção sendo espancadas. Depois, elas são deixadas amarradas, por dias, com os ferimentos  expostos a insetos e caranguejos. “É horrível. A gente sofre com as pessoas pedindo socorro, gritando pela mãe, mas quem vai lá ajudar?”, perguntou uma mulher que mora perto do mangue e, por medo, pede para não ser identificada.  
 
Para a foz do Rio Jaguaripe, entre os bairros Apaga Fogo e  Muritiba, são levados devedores e quem desobedece as regras da facção. “Os que devem muito, sequer têm segunda chance. Morte na hora”, disse outro morador. Mas não só eles. Comandante da 3ª Companhia Independe de PM de Nazaré, capitão Maurício Costa contou que integrantes da própria Katiara já foram amarrados no mangue como punição. O grupo apareceu em um vídeo na internet exibindo armas e provocando rivais. “O chefe deles mandou amarrá-los como castigo. Já encontramos um tronco com corda”, disse.
 
Os relatos foram feitos um dia após as polícias Civil e Militar realizar uma operação no local, em cumprimento a dez mandados de prisão e apreensão (ver ao lado). A reportagem esteve, na última quarta-feira, na rua, no bairro Muritiba. Apesar da grande presença policial, poucas pessoas quiseram falar com a reportagem, mas confirmaram a sequência  de horrores no mangue. 
 
O tribunal
Depois de julgadas por uma comissão, formada pelo gerente da boca e comparsas, as vítimas são agredidas e amarradas. No caso de dívida de droga, aguarda-se o pagamento do montante devido pela família. “A intenção deles é fazer com que os parentes quitassem as dívidas. Já teve gente que ficou 15 dias amarrada. Muitos morreram e os corpos foram despejados no mangue”, relatou um jovem.
 
“A outra forma de tortura é amarrar uma corda nas pernas e arrastar as pessoas na rua e, depois, jogar o corpo na casa das famílias”, relatou outro morador, que em seguida, estendeu o braço, apontando para um morro que cerca a rua. “Lá em cima é o ponto de observação deles. Dali, ficam de olho na presença da polícia e de quem vem de fora”, indicou. 
 
Segundo uma moradora, o problema do tráfico de drogas é antigo na localidade, mas de dez anos para cá, a situação piorou. “A droga sempre existiu. As pessoas conviviam bem com isso. A maioria das famílias vivia do manguezal e eram poucos aqueles que consumiam essa porcaria (droga). Mas, de 10 anos pra cá, os jovens aqui só andam armados”. 
 
Domínio
 
O começo do domínio de Roceirinho veio, justamente, com a aquisição de armas como fuzis e metralhadoras, há cerca de 10 anos. Entre as práticas relatadas por um PM, para que o traficante ampliasse sua área de atuação, estava o investimento na distribuição das drogas na região. “Ele pagava R$ 150 por semana a um vapor (quem transporta a droga)”, comentou um policial que participou da operação.
 
Com a conquista de Nazaré, não foi difícil estender os domínios para regiões vizinhas, como Santo Antônio de Jesus, Maragogipe, Salinas da Margarida, Vera Cruz e Santo Amaro. Em Salvador, Roceirinho domina pontos nos bairros de Valéria, Águas Claras e Lobato. 
 
Outro lado
Apesar dos relatos das crueldades da Katiara em Nazaré, o delegado da cidade, Marcos Maia, disse que só há dois registros recentes que ele tem conhecimento. Em 19 de abril, o corpo de João Paulo Sampaio dos Santos, 26, foi encontrado dentro do manguezal, no bairro de Apaga Fogo, vizinho à Rua Katiara. 
 
A vítima estava nua e foi resgatada por policiais, que usaram barcos, e contaram com a ajuda de moradores e pescadores.  João Paulo morava no bairro de Castelo Branco, em Salvador, e estava na casa de parentes. 
 
“Ele andava perambulando pela cidade”, disse o delegado. A vítima morreu de traumatismo craniano. “Provavelmente, golpes de madeira, mas não temos autoria”, explicou.  
 
O segundo caso foi há dois anos. “Uma mulher foi espancada e ameaçada de morte após uma desavença com um integrante da quadrilha. Ela registrou queixa e abandonou a Rua Katiara”, disse Maia. “O restante que se atribui ao bando, outras torturas e mortes, acredito que seja especulação, pois estou há um ano na delegacia e não há mais registro disso”.
 
No entanto, em 24 de novembro de 2014, moradores de Caboto encontraram amarrados os corpos dos irmãos Edvan Santos da Cruz, 25, e José Carlos Santos da Cruz, 27, com marcas de tiro e deformações no rosto. À época, a população informou ter visto um grupo armado cercando a casa dos irmãos, gritando “Katiara!”. (Infosaj)
 
 
 

 


camioneiro2

Um caminhoneiro identificado como Derli Farias Barcellos, 57 anos, foi encontrado morto na manhã deste sábado (22/8) ao lado da carreta que ele conduzia, no estacionamento do Posto de Combustíveis Paraná, na margem da Rodovia Santos Dumont-BR-116, trecho do Entroncamento de Jaguaquara, no Sudoeste baiano. De acordo com informações preliminares colhidas pelo Blog Marcos Frahm, a Polícia Militar teria sido acionada por volta das 06h, por populares, quando chegou ao local encontrou Derli caído ao lado da carreta de placa EFW-4833 de São Paulo. O corpo não apresentava marcas de violência e a polícia suspeita que o motorista tenha sofrido infarto enquanto descansava.

Corpo do motorista foi encaminhado ao IML de Jequié
Corpo do motorista foi encaminhado ao IML de Jequié

Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica de Jequié também esteve no local, para realização do levantamento cadavérico, tendo providenciado o encaminhamento do corpo para os procedimentos normais no Instituto Médico Legal de Jequié. Um laudo preliminar que irá apontar a causa morte deverá estar disponível na segunda-feira (25/8), em face a falta de médico legista no IML local. O cadáver ainda deverá ser levado para necropsia no Instituto Médico de Vitória da Conquista. (BMF)


rabecao-300x169

Quatro bandidos armados se passando por policiais, invadiram uma residência e sequestraram um homem conhecido como Dalmo. A ação criminosa aconteceu na noite desta sexta-feira (21), por volta das 23hs, na região do Tremedal, zona rural de Valença. De acordo com informações, os bandidos chegaram na residência se passando por policiais, algemaram e o levaram. Dalmo foi encontrado morto com cerca de nove tiros, na manhã deste sábado (22), nas margens da BR-101, na entrada do Copatan, próximo a cidade de Tancredo Neves. Vizinhos estão assutados sem entender os motivos. A polícia técnica é aguardada para o levantamento cadavérico e realizar a perícia no local. (Nossa Voz Bahia)


5094478fc384ed128be9e4ab3913b563

Mais um homicídio foi registrado na cidade de Ubaíra no Vale do Jiquiriçá na madrugada deste sábado (22), segundo informações passadas ao Mídia Bahia um homem identificado por Israel, conhecido por “Inho Doido” foi atingido por tiros em sua residência. Populares afirmaram que cerca de 15 tiros foram ouvidos na localidade, Israel perdeu muito sangue e só foi socorrido após a mãe sentir falta dele e encontrar o rapaz caído no chão. O SAMU foi acionado e a unidade de Ubaíra apresentou problema sendo necessário a de Jiquiriçá prestar o atendimento, Israel foi socorrido com vida e morreu no hospital do município. A motivação do crime e a autoria ainda é desconhecida, a Policia Civil já investiga o caso.  (Mídia Bahia)

 


CarroLaje-460x345

A Polícia Militar de Jaguaquara recuperou um automóvel Fiat Strada com restrição de roubo. O carro de placa policial NTR-2013, com licença de Laje/BA, foi encontrado abandonado num matagal, num assentamento localizado no distrito Stela Dubois – Entroncamento de Jaguaquara. Os autores do roubo não foram encontrados. O Fiat Strada foi apresentado na Delegacia Territorial de Jaguaquara, onde segue retido. O proprietário ainda não compareceu a unidade prisional. (Blog Marcos Frahm)

 

 


IMG-20150820-WA0031 IMG-20150820-WA0032-300x400

Um homem identificado por Léu jogador do esporte “Clube Bahia de Ubaira” foi morto a tiros e outro foi baleado na cidade de Ubaíra por volta de 11h da manhã desta quinta feira (20). A identidade da segunda vitima ainda não foi relatada pela policia. De acordo com informações passadas ao Mídia Bahia o fato ocorreu na rua do córrego atrás da antiga fabrica da Dalponte, existe a suspeita de que o rapaz tenha sido morto por engano, ele foi atingido por dois tiros. Ainda de acordo com informações um homem em uma moto de dados ignorados realizou os disparos. O corpo será encaminhado para o instituto legal de Santo Antonio de Jesus, a Policia Militar faz rondas no município a fim de capturar o acusado, a equipe de Dr.ª Aline – delegada, já investiga o caso. (Mídia Bahia)


20150312_171723

A população de Laje já não aguenta mais com a falta de segurança, tanto na sede como também no interior do município, são vários os relatos que vem acontecendo nos últimos dias, em um deles, um senhor foi completamente espancado na região da Serra do Frio por elementos que adentraram em sua residência para roubar, em outro, na região da Tourinho um casal de idosos teve seus pertences levado a luz do dia e na região da rampa, outro senhor já não aguenta mais de tanto comprar bombas e o ladrões levarem. Durante o Programa Enfoc Geral desta segunda (17), a população do Calabar solicitou a presença da unidade móvel da Líder FM para reclamar que vários furtos aconteceram no bairro neste fim de semana. Para uma das entrevistadas em Laje se alguém estiver com o sono duro ta arriscado os ladrões levarem até a cama em que as pessoas estão dormindo, para outra a população já começa a se organizarem em uma manifestação para chamar atenção das autoridades sobre a situação. Ouça essa e outras entrevistas em nossa página de reportagem.

Fonte: Rádio Líder FM/Laje 


76063

Foram apresentados a imprensa na manhã desta sexta-feira (14), os dois jovens presos em operação da Polícia Civil e Militar em Mutuípe, Daniel Kessio Santos Santana, (Tiririca) 19 anos e Elvis de Oliveira são acusados de tráfico de drogas e de liderar trocas de tiros com rivais no bairro da Cajazeira. Após investigação a delegada de Policia Civil Dr.ª Corina Lopes de Oliveira representou pelo pedido de prisão preventiva de “Tiririca” acusado também de tentativa de homicídio contra Pedro Lucas no mês de junho. Com Tiririca foram encontrados 37 saquinhos com uma substancia aparentando ser cocaína, 11 trouxinhas de maconha e metade de um tablete prensado da mesma droga, 13 pedrinhas de crack, e diversas embalagens para geladinho que era usado para embalar a droga, além de um pacote cheio de farinha com diversas trouxinhas de uma substância aparentando ser cocaína, o que serviria para despistar a ação da polícia. Com Elvis foi apreendido um Revólver calibre 32 com numeração raspada com seis munições no tambor e 4 em cartela além da quantia de R$ 160 reais. Eles estão à disposição da justiça e devem ser enquadrados por tráfico de drogas, tentativa de homicídio, e porte ilegal de arma. (Mídia Bahia)


untitled_1
Uma mulher caiu em um golpe de dois homens na última segunda-feira (10) no Jardim Novo (Praça da República), em Valença. A vítima estava passando pela referida praça, quando um dos golpistas deixou cair à carteira. Esta pegou e ao devolver, outro homem (golpista) informou também ter a encontrado. O homem que havia deixado cair à carteira então se prontificou a recompensá-los, sendo presenteados com um par de sapatos. Este pediu para que a mulher entregasse a bolsa para o segundo golpista, para que pudessem se cumprimentar e receber o presente; a vítima entregou e os golpistas fugiram. A bolsa levada continha uma carteira com documentos pessoais, cédula de identidade, CPF, título; cartões juntamente com as senhas; dois vestidos; uma canga e a quantia de R$ 4.525,00 (quatro mil e quinhentos e vinte e cinco reais). O caso foi registrado e está sendo investigado pela polícia. (Amarelinho 10)

 bahia

A mãe suspeita de tentar matar a filha de 1 ano e 8 meses com veneno foi libertada do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia. O advogado de Daniela Albertino Santos informou ao G1 que a cliente deixou a unidade no sábado (8) após uma decisão judicial favorável ao pedido de relaxamento de prisão. A soltura foi confirmada junto ao presídio. “Nós pedimos o relaxamento da prisão com a liberdade provisória. Eu não tive acesso ao alvará para dizer o teor da decisão, mas ela foi libertada no sábado”, disse o advogado Rafael Reis Pinto. Na semana passada, a mãe sofreu agressão dentro do presídio. De acordo o diretor da unidade prisional, Osiris Moreira Cardoso, as presas cortaram o cabelo dela. A interna foi colocada em cela separada e recebeu atendimento médico. Um procedimento foi instaurado para investigar as responsáveis pela agressão, que ocorreu na última terça-feira (4). A criança chegou a ficar internada no Hospital Regional de Eunápolis, e foi liberada. O diretor do presídio divulgou que o bebê está na casa de uma tia. Não há informações se o pai da criança prestou depoimento sobre o caso. Apesar de ter confessado que colocou veneno na mamadeira, a defesa acredita que ela sofreu depressão pós-parto. “A filha, inclusive, chegou a ser internada na sexta e no sábado [o caso teria ocorrido no domingo, 2 de agosto], vomitando. Provavelmente no domingo foi a mesma coisa. Ela ficou em estado de desespero e chamou a polícia, a mídia, dizendo que a criança foi envenenada, mas, na verdade, não ocorreu envenenamento”, defende o advogado. (Rede Bahia)