A ex-presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira (16) em evento nos Estados Unidos que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estará na eleição deste ano mesmo que preso. Durante evento chamado “Desafios para a democracia no Brasil”, realizado na Califórnia, ela avaliou que retirar a candidatura dele à Presidência da República seria como admitir que ele é culpado. “Ele estará nessa eleição – preso ou solto, morto ou vivo. Isso não é uma bazófia. É a expressão política de que eu não represento uma pessoa, eu represento uma ideia”, declarou a ex-presidente nos EUA. Ela também criticou o fato de Lula ficar detido sozinho em uma sala na superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. “Não bastaram prender o Lula. Também não querem deixar ele falar”, reclamou. (BN)


Uma pesquisa do Instituto Datafolha foi divulgada neste domingo (15) pelo jornal “Folha de S.Paulo” com índices de intenção de voto para a eleição presidencial de 2018. Foram feitas 4.194 entrevistas entre 11 e 13 de abril, em 227 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Veja os resultados dos 9 cenários pesquisados no 1º turno: 

Cenário 1 (Se Lula for candidato, Temer ficar fora da eleição e o MDB lançar Meirelles): 

Lula (PT): 31%
Jair Bolsonaro (PSL): 15%
Marina Silva (Rede): 10%
Joaquim Barbosa (PSB): 8%
Geraldo Alckmin (PSDB): 6%
Ciro Gomes (PDT): 5%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
Manuela D’Ávila (PC do B): 2%
Fernando Collor de Mello (PTC): 1%
Rodrigo Maia (DEM): 1%
Henrique Meirelles (MDB): 1%
Flávio Rocha (PRB): 1%
João Amoêdo (Novo): 0
Paulo Rabello de Castro (PSC): 0
Guilherme Boulos (PSOL): 0
Guilherme Afif Domingos (PSD): 0
Em branco / nulo / nenhum: 13%
Não sabe: 3%

(VB)


Depois de ser impedido de visitar o ex-presidente Lula, na tarde desta terça-feira (10), o governador da Bahia, Rui Costa, se manifestou sobre o assunto, na frente da sede da Polícia Federal do Paraná, em Curitiba. ”Ninguém está acima da lei, mas reafirmo que nenhum brasileiro deve ser condenado sem provas por um procurador que inúmeras vezes manifestou sua posição político-partidária e por um juiz que posou dezenas de vezes ao lado de senadores do PSDB”. Rui e outros governadores do Norte, Nordeste e Sudeste foram nesta terça-feira (11) a Curitiba, com o objetivo de encontrar o ex-presidente Lula. ”Hoje, nove governadores foram impedidos de exercer um direito previsto no Código de Execução Penal, segundo o ex-juiz federal e atual governador do Maranhão, Flávio Dino, de visitar o ex-presidente. Vai ficando cada vez mais claro, para o Brasil e para o mundo, que Lula é um preso político de meia dúzia de pessoas da elite brasileira”, afirmou o governador baiano.


Em nota, PT afirma que Lula será registrado como candidato em agosto

Em nota divulgada nesta terça-feira (9), o PT reiterou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva continua a ser pré-candidato à Presidência pelo partido e que ele será registrado como candidato oficial em 15 de agosto, conforme a legislação eleitoral. No texto, o partido afirma que a prisão do ex-presidente é “ilegal” e um “desdobramento do grande golpe contra a democracia que começou com o impeachment sem crime da presidenta Dilma Rousseff”. A presidente da legenda, Gleisi Hoffmann, atuará como porta-voz de Lula e será a responsável por conduzir negociações com outros partidos a fim de encontrar aliados. O comando do partido foi deslocado para Curitiba enquanto Lula estiver preso.


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se entregou à Polícia Federal na noite deste sábado (7). Ele deixou a pé a sede do Sindicato dos Metalúgicos do ABC, na cidade de São Bernardo do Campo, em São Paulo, e atravessou a rua cercado por jornalistas e militantes antes de entrar no terreno de outro imóvel, onde estava estacionado um carro da Polícia Federal. O veículo levou Lula até a superintendência da PF na capital paulista. Em seguida, ele foi transportado até o aeroporto de Congonhas, onde foi levado de avião até a sede da Polícia Federal em Curitiba. Houve uma primeira tentativa de permitir que Lula se entregasse por volta de 17h. O ex-presidente chegou a entrar em um carro para deixar o sindicato, mas militantes que o apoiam dificultaram a passagem e impediram a saída do veículo. (BN)


A deputada federal Alice Portugal (PCdoB) acredita que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não deve se entregar “cabisbaixo” à Polícia Federal. Presente no protesto em apoio ao petista em frente à sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Paulo, ela destacou a participação de centrais sindicais no ato de falou de “ataque à democracia” com a ordem de prisão contra Lula. “Ele não sairá cabisbaixo. Ao mesmo tempo, ele não tem intenção de descumprimento. Não há uma atitude de descumprimento”, avaliou Alice em entrevista ao Bahia Notícias. “Não há uma atitude de descumprimento”, afirmou. O ex-presidente está na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, e estaria negociando uma forma de se entregar à Polícia Federal. (Rádio Líder FM/BN)


Apontado como o principal nome para ser o candidato da oposição ao governo do estado após a decisão do prefeito ACM Neto (DEM), o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM), pretende anunciar neste sábado (7), se vai renunciar à prefeitura para entrar na disputa. Até  lá, ele conta que vai ouvir líderes partidários, amigos e lideranças de Feira para definir o futuro. Nesta sexta-feira (6), Neto pôs fim às especulações e anunciou que vai permanecer na Prefeitura de Salvador. Em conversa com a reportagem, José Ronaldo diz estar dividido entre três alternativas: permanecer na prefeitura, renunciar e encabeçar a chapa majoritária da oposição e deixar o governo municipal para disputar o Senado. Uma delas vai ser anunciada em evento que acontece na Câmara de Dirigentes Lojistas de Feira, às 10h deste sábado.


O ex-presidente Lula continua na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), mesmo após o prazo dado pelo juiz Sérgio Moro para que o petista se apresentasse voluntariamente à Polícia Federal, encerrado às 17h desta sexta-feira (6). A partir de agora, a PF e Moro decidirão quando será cumprido o mandado de prisão. Juristas ouvidos pela TV Globo explicam que a decisão de Lula não representa um desrespeito à decisão judicial, uma vez que a apresentação dele às 17h era uma oferta, que o ex-presidente poderia aceitar ou não. Após o fim do prazo determinado pelo juiz federal Sérgio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é considerado foragido. Sérgio Moro concedeu a oportunidade de ele se entregar à Polícia Fededal e, por isso, mesmo após as 17h, ele não é tratado como foragido da Justiça segundo informações do Valor. O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Luís Antônio Boudens com o superintendente da Polícia Federal no Paraná, delegado Maurício Valeixo, explicou que Lula não é considerado foragido porque não há componentes de fuga.


Foi publicado no diário oficial da prefeitura de Mutuípe a exoneração do secretário de saúde, André Luiz Eloy Costa, PRB. Há alguns meses ele revelou uma articulação para possível candidatura a deputado. André Eloy assumiu o cargo, com a chegada de Rodrigo Maicon de Santana Andrade, Digão, do MDB ao poder, em 1 de janeiro de 2017. André Eloy foi candidato a vice-prefeito na última eleição em Cruz das Almas, compondo chapa com Ednaldo Ribeiro, juntos obtiveram 16,746 (dezesseis mil, setecentos e quarentena e seis votos), três vezes vereador, elegeu a esposa Camila Moura (PRB), vereadora no município, quando concorreu ao executivo, em 1 de janeiro de 2017, a convite do prefeito de Mutuípe Rodrigo Maicon de Santana Andrade – Digão(PMDB), assumiu a pasta da saúde, onde permaneceu por um ano três meses. (Mídia Bahia/Rádio Líder FM)

 


Ex-presidente Lula entra com novo pedido de habeas corpus

Após o juiz federal Sergio Moro ter decretado a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no final da tarde de quinta-feira (5), a defesa do petista entrou com um habeas corpus no STJ (Superior Tribunal de Justiça) para tentar impedir a prisão imediata de Lula. Segundo destaca a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, os advogados argumentam que o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) antecipou a execução da pena ao determiná-la antes da publicação do acórdão do julgamento dos embargos de declaração apresentados pelos advogados. Lula ainda tem a alternativa de apresentar novos embargos e por isso, segundo a defesa, a prisão não poderia ocorrer. O pedido de prisão expedido pelo juiz Sergio Moro determina que o ex-presidente Luiz se apresente à Polícia Federal em Curitiba até as 17h de sexta (6). A decisão foi tomada após o magistrado receber ofício do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), autorizando a prisão. Lula foi condenado por Moro no caso do tríplex de Guarujá em julho de 2017. Em janeiro, os juízes do TRF-4 confirmaram a condenação e votaram por aumentar a pena do petista para 12 anos e um mês de prisão. (NM)


Na manhã dessa sexta-feira (06), em contato com a Equipe de Jornalismo da Rádio Líder FM, o Deputado Federal Antônio Imbassahy (PSDB) participou do Programa Enfoc Geral e destacou algumas ações de seu mandato na Câmara dos Deputados. Ele comentou a determinação da prisão do ex-presidente Lula, afirmando ficar triste com tal situação que envergonha o Brasil; falou sobre a possível candidatura de ACM Neto para Governador do Estado, ressaltando o excelente trabalho que o mesmo vem desenvolvendo como Prefeito de Salvador; e apresentou ações que tem realizado enquanto representante do povo. Imbassahy ainda informou que liberou R$800.000,00 para o município de Laje e que tem mais 1.900.000,00 para ser liberado. O Deputado destacou o prestígio do Prefeito Klédson Duarte (Binho de Mota), possibilitando a liberação de emendas, e agradeceu todo apoio recebido na cidade de Laje.

Fonte: Rádio Líder FM/Laje