Lider 87 FM

Prefeitos lamentam falta de recursos nas prefeituras. Foto: UPB

Sem dinheiro nos cofres e com dificuldade para quitar a folha de pagamento dos funcionários, cerca de 75% das prefeituras baianas decidiram demitir trabalhadores para fechar as contas no final do ano. A menos de dois meses de 2017 acabar e sem previsão de aumento da receita, além das dispensas de trabalhadores, pelo menos 50% dos prefeitos não devem conseguir pagar o 13º integralmente, segundo estimativa da União dos Municípios da Bahia (UPB). As exonerações de trabalhadores começaram em agosto, quando os gestores perceberam as dificuldades para fechar as contas e pagar os salários. A situação gera um grave problema social, especialmente nas pequenas cidades, onde o serviço público representa a maior fonte empregadora. Além disso, os prefeitos também temem ultrapassar o limite constitucional de gastos com pessoal – 54% da receita total -, principal fator que leva à rejeição das contas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).Com o balanço das finanças reprovado, além de pagarem multas, eles ficam inelegíveis. No ano passado, 39% dos prefeitos tiveram as contas referentes a 2015 rejeitadas pelo TCM – 163 casos. Nos julgamentos das finanças de 2016, iniciado em setembro, 28 das 52 contas analisadas foram reprovadas – cerca de 54% do total. Os gestores ainda enfrentam redução do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), principal fonte de renda de 90% das cidades brasileiras, sobretudo as menores, que não têm arrecadação própria. Segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o repasse do fundo de outubro reduziu 7,5% em relação ao mesmo período de 2016. Na Bahia, foram enviados em torno de R$ 419 milhões em outubro para as 417 cidades – cerca de 5% a menos em relação ao mesmo mês de 2016.


Depois dos gestores de Itiruçu, Itagi, Itaquara e Itagibá reduzirem os seus próprios subsídios, foi a vez da gestora da cidade de Ipiaú, no Médio Rio de Contas, Maria das Graças (PP), cortar na própria carne, ou melhor, na própria folha o salário que recebe como prefeita. Ao invés de redução, a gestora dispensou os seu salário. Acompanha a decisão de Maria das Graças, a secretária de Ação Social, Ednia da Silva Oliveira. A prefeita, de 68 anos, disse que a iniciativa faz parte de ações ”para enfrentar a crise financeira e evitar o desemprego”. Conforme os decretos, publicados no Diário Oficial do Município, o não recebimento dos salários vale por tempo indeterminado. Outras ações devem ser tomadas para enxugar a folha da prefeitura de Ipiaú. ”Estamos em um momento difícil e é preciso que o esforço seja de todos”, escreveu em uma rede social. Em Ipiaú, a remuneração para chefe do executivo gira em torno de R$ 16 mil, e para secretários, R$ 7,5 mil. (BN)


A Vereadora Eliene Batista foi eleita, pela 5ª vez consecutiva, a vereadora mais atuante no município de Laje e participou, nesta sexta-feira (27), do 119º Seminário Brasileiro de Prefeitos, Vice-prefeitos, Vereadores, Procuradores Jurídicos, Controladores Internos, Secretários e Assessores Municipais, em Salvador, onde recebeu a medalha de ouro. Em contato com a Equipe de Reportagem da Rádio Líder FM, ela externou sua alegria em ser, mais uma vez, escolhida como a vereadora mais atuante: “Feliz demais pelo reconhecimento do meu trabalho, isso só me motiva continuar me dedicando nos projetos que beneficiem a população lajista. Agradeço a Deus que tem me guiado e fortalecido nas lutas do dia a dia.”, disse Eliene. O Vereador Jeir Santana ficou em 2º lugar, recebendo a medalha de prata, e a Vereadora Lúcia em 3º, recebendo a medalha de bronze.

Fonte: Rádio Líder FM/Laje


O presidente Michel Temer é considerado o chefe de estado com a maior taxa de rejeição do mundo, de acordo com um estudo do grupo de análise política Eurasia. O levantamento foi divulgado pela Agência Ansa e lembra que o brasileiro é aprovado por apenas 3%, como relatou uma pesquisa CNI/Ibope divulgada no final de setembro. O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, alvo de denúncias de corrupção, possui 18% de aprovação e ocupa a segunda colocação na lista. Já Nicolás Maduro, da Venezuela aparece na sequência com 23%.


A Vereadora Eliene Batista protocolou, nesta terça-feira (24), na Câmara Municipal de Laje, o Projeto de Lei de número 039/2017, em que dispõe sobre a redução da Taxa de Esgoto cobrada pela Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa) no Município e determina, em seu Artigo 2º, que a Embasa realize a cobrança de taxa de esgoto em, no máximo 20% ao valor da tarifa de água. Em entrevista concedida à Equipe de Reportagem da Rádio Líder FM, Eliene Batista afirmou que a cobrança feita pela empresa referente à taxa de esgoto não é satisfatória, visto que o valor é praticamente o mesmo que a tarifa de água e que os resíduos provenientes do uso da população, estão sendo despejados diretamente no Rio, sem haver, por parte da Embasa, o devido tratamento. O Projeto de Lei encontra-se protocolado e, em breve, será discutido e votado no Plenário da Câmara Municipal.

Fonte: Rádio Líder FM/Laje


Josafá argumenta que o pagamento de diárias a vereadores é um privilégio desnecessário e inaceitável: “Abri mão das diárias que eu tinha direito desde o início do meu mandato, considero um privilégio desnecessário, uma inaceitável farra com o dinheiro público que precisa ter um fim”, disse ele em sessões passadas.

“Os Vereadores são muito bem pagos para o correto exercício das suas funções. Precisamos ouvir a voz das ruas e tratar a coisa pública com o zelo que merece, afinal fomos eleitos para servir e não para nos servirmos com o dinheiro do suor da população”, enfatizou o autor do Projeto.

Vencido pela maioria absoluta de votos, Índio usou a rede social para comentar a decisão: “Cumpre-me informar ao povo de Mutuípe, que o nosso Projeto que acabaria com o pagamento das Diárias aos Vereadores foi reprovado por 9 (Nove) votos contra 1 (um), na Sessão Ordinária de hoje, da Câmara Municipal de Mutuípe. Aproveito a oportunidade para agradecer, de todo o meu coração, o amplo apoio que este Projeto teve da absoluta maioria da população de Mutuípe. Agradeço todas as manifestações de carinho e de estímulo que tenho recebido deste povo que me orgulha e que me faz lutar cada dia com mais determinação e coragem. Agradecer aos colegas o acolhimento da discussão, dizer que respeito a opinião de todos e acato o resultado democraticamente, porém manterei a minha posição pessoal de não aceitar este privilégio para mim, por entender que sou muito bem pago para o exercício do mandato que o povo me confiou. #Gratidão #AlutaContinua” Finalizou ele.  (MB)



Rui exonera mulher do ex-prefeito de Amargosa, aliado de Neto

A mulher do ex-prefeito de Amargosa, Rosalvinho Sales (PV), foi demitida pelo governador Rui Costa da Secretaria de Agricultura da Bahia (Seagri). A exoneração de Tatiana Peixoto de Santana foi publicada no Diário Oficial do Estado, nesta terça-feira (17). Em maio deste ano, Rosalvinho foi nomeado assessor especial III, grau 57, da subchefia de gabinete do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). O ex-gestor recebe R$ 10,9 mil por mês. (Bocão News)


O senador Walter Pinheiro foi exonerado nesta terça-feira (17) do comando da Secretaria de Educação (SEC), conforme publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça para reassumir sua cadeira no Senado e participar da votação referente ao afastamento do senador Aécio Neves (PSDB), que está prevista para acontecer nesta terça.  Após a votação, ele retorna ao posto. A chefe de Gabinete da pasta, Isabella Paim Andrade, assumirá o cargo durante o período, acumulando com sua função. (BN)


Na noite desta terça-feira (10), no Auditório da Câmara de Vereadores de Laje, aconteceu a 9ª Sessão Ordinária do segundo semestre de 2017. Nesta sessão, foi votado e aprovado, por unanimidade, o Projeto de Lei nº 030/2017, que promove adequação orçamentária do município para a inclusão do Consórcio Intermunicipal Vale do Jiquiriçá (Convale) e autoriza a abertura de crédito adicional especial ao orçamento anual de 2017. Além disso, estiveram presentes alguns membro da Comissão Organizadora de um grupo de apoio à Campanha pela vida de Uirlaine Rodrigues Maia (Lany Maia), em Laje.

Lany Maia é uma jovem lajista, de 30 anos, que foi diagnosticada com um tumor raríssimo no crânio e precisa fazer uma difícil cirurgia no estado de São Paulo e, em seguida, um tratamento nos Estados Unidos. Na oportunidade, Juliana Bulhões, representante dessa Comissão, falou sobre a doença da jovem e pediu a colaboração dos vereadores para ajudar nessa campanha. Os vereadores que fizeram uso da tribuna, se colocaram à disposição para o que fosse preciso e reforçaram a necessidade de todos abraçarem essa causa.

Em entrevista concedida à Equipe de Reportagem da Rádio Líder FM, o vereador Josevan Lobo, Presidente da Câmara, comentou sobre a importância do Convale, destacou a consonância  existente entre oposição e situação no Legislativo que, segundo ele, vem acontecendo de maneira coesa, e ressaltou a importância de se deixar de lado as bandeiras partidárias e trabalhar harmoniosamente, fortalecendo os diálogos e discussões em prol do município. Josevan ainda falou sobre a Unidade Móvel do CTO que está atendendo nas comunidades rurais e reafirmou o apoio dos vereadores na “Luta pela vida de Lany”.

Cristina Teles e Juliana Bulhões, representantes da Comissão da campanha “Lany Maia na luta pela vida”, em entrevista à Líder, explicaram a doença de Lany, divulgaram algumas ações a serem desenvolvidas (leilão, montaria, venda de camisas, etc), agradeceram a ajuda de todos nessa luta e pediram que as pessoas continuem se mobilizando, colaborando e orando.

A Rádio Líder transmitiu toda a Sessão através do seu Facebook “Líder de Laje”. Acesse o link e confira!

https://www.facebook.com/liderdelaje/videos/1975294316092042/

Fonte: Rádio Líder FM/Laje


Ex-prefeito de S. A. de Jesus confirma apoio às pré-candidaturas de Otto Filho e Rogério Filho para 2018

Após o evento de retomada das obras do Canal do Mutum através da prefeitura municipal de Santo Antônio de Jesus realizada neste último domingo (8), o ex-prefeito do município, Dr. Euvaldo Rosa (PSB) que se fez presente ao evento, foi entrevistado pelo radialista Lélis Fernandes onde discutiu sobre a obra que será realizada e aproveitou para comentar sobre a administração do prefeito Rogério Andrade (PSD) e as disputas eleitorais para o pleito de 2018. Euvaldo se mostrou muito satisfeito com a gestão e o recomeço de uma obra tão importante para os moradores do bairro Irmã Dulce, “fico muito feliz com a retomada dessas obras que vai beneficiar muita gente, pois ficou paralisada por quatro anos durante a gestão do ex-prefeito”, declarou.

Avaliação da administração: Questionado ainda por Lélis sobre as reclamações iniciais da população na administração de Rogério, Euvaldo pontuou que todo início de gestão há problemas, “o primeiro ano do meu mandato foi muito difícil para organizar as coisas e colocar a cidade no ritmo. Eu acredito que Rogério está trabalhando muito, essa administração vai ser uma das melhores de Santo Antônio de Jesus”, assegurou.

Apoio as pré-candidaturas: O ex-prefeito afirmou ainda, que apoiará as pré-candidaturas para Deputado Federal Otto Alencar Filho (PSD) (filho do senador Otto Alencar) e para a de Deputado Estadual a de Rogério Andrade Filho (PSD) (filho do prefeito Rogério Andrade), “em relação ao pleito de 2018, nós estamos em um único projeto que foi idealizado e venceram as eleições em 2016, esse mesmo projeto vamos caminhar no próximo ano; estamos conversando com Rogério Filho, Otto e todo o grupo para tentar arrumar os detalhes, mas se Deus permitir, vamos continuar neste projeto por uma Santo Antônio de Jesus melhor”, afirmou. (VB)


O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) vislumbrou irregularidades nas contas de campanha do ex-prefeito de Santo Antônio de Jesus, Humberto Leite (DEM), que perdeu a reeleição para Rogério Andrade (PSD). No relatório, o técnico do cartório local aponta dúvidas sobra a licitude de R$ 20,9 mil. De acordo com o parecer, não é possível verificar os CPFs dos prestadores. Além disso, o democrata não cumpriu a entrega de relatório financeira no prazo estabelecido pela legislação. Leite deixou ainda de emitir recibos eleitorais de recursos arrecadados, receitas estimáveis em dinheiro, doações efetuadas a outras legendas, transferência financeira de recursos do seu partido, e vice-versa, além de gastos individuais realizados pelo postulante e pelo DEM. O ex-prefeito, que hoje tem cargo na prefeitura de Salvador, enviou também “foto de baixa qualidade” de supostos recibos. As cópias foram recusadas pela Justiça. Humberto Leite tem três dias para prestar esclarecimentos à Justiça. (Fonte: Bahia.Ba)