Santo Antônio de Jesus registra até às 17h desta terça-feira (7) os seguintes números referentes a COVID-19 (novo coronavírus):

• 139 (cento e trinta e nove) casos ativos, sendo 115 (cento e quinze) em tratamento domiciliar e 24 (vinte e quatro) em internamento;

• 448 (quatrocentos e quarenta e oito) pacientes recuperados;

• 178 (cento e setenta e oito) pessoas aguardando o resultado de exames;

• 1.249 (mil duzentos e quarenta e nove) pessoas cujos exames apresentaram resultado negativo (descartados);

• 13 (treze) óbitos;

O total de casos confirmados é 600 (seiscentos).


(Foto: reprodução/Agência Brasil)

Um paciente infectado pelo HIV teve o vírus eliminado do organismo após ser submetido a um tratamento realizado em estudo de escala global por pequisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). O homem tem 35 anos e teve o diagnóstico em 2012. A pesquisa foi apresentada na terça-feira (07), na 23ª Conferência Internacional de Aids.


O presidente Jair Bolsonaro foi confirmado com coronavírus.  A informação é do jornalista Claudio Humberto ao programa Repórter Bandeirantes, da Rádio BandNews. Segundo ele, o presidente da República apresenta sintoma, conforme também revelou o canal CNN Brasil. Mais cedo na chegada no Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse que não poderia se aproximar dos apoiadores por conta dos sintomas. Amanhã será apresentada a contraprova do teste de covid-19 de Jair Bolsonaro. (Metro1)


Foi confirmada na noite desta segunda-feira (06) a morte do empresário amargosense, Joca Sales, mais conhecido como Joquinha. Ele estava internado em um hospital particular em Santo Antonio de Jesus e lutava contra a Covid-19. Ainda nesta segunda, os médicos confirmaram que ele teve falência múltiplas do órgãos após complicações causadas pelo Coronavírus.


O mundo ultrapassou a marca dos 6.193.538 pessoas curadas após infecção pelo coronavírus. De acordo com o Mapa da Covid-19, feito pela Universidade Johns Hopkins, até as 8h20 desta segunda-feira(06) 6.193.538 pacientes já estavam recuperados. O país com maior número de curados é o Brasil, que possui 1.029.045. Logo abaixo vem os Estados Unidos, com 906.763 curados. (Metro1)


O Ministério da Saúde apontou, em boletim divulgado na noite de ontem (5), 602 novas mortes por coronavírus em 24 horas. Ao todo, a pasta registra 64.265 óbitos em razão da doença. O órgão informou ainda 26.051 novos casos no mesmo período de tempo, somando 1.603.055 pacientes da Covid-19 no total. O Brasil ainda registra 1.029.045 recuperados após infecção pelo vírus.


Foto: CDC/Unsplash

Com expectativa em alta pela concretização de uma da vacina para o novo coronavírus e a possibilidade da produção em larga escala pela farmacêutica Pfizer, apesar dos efeitos colaterais, o pesquisador baiano Gustavo Cabral, que comanda o centro de pesquisa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), apontou que, em tempos “normais”, os testes seriam mais exigentes e a fase de testagem em humanos demandaria uma eficácia maior em animais.


Pig leaning over the railing of his cot

Uma nova cepa do vírus da gripe com potencial de causar uma pandemia foi identificada na China, segundo um novo estudo. Essa linhagem surgiu recentemente e tem os porcos como hospedeiros, mas pode infectar seres humanos, dizem os autores da pesquisa. Os cientistas estão preocupados com o fato de que ela poderia sofrer uma mutação ainda maior e se espalhar facilmente de pessoa para pessoa e desencadear assim um surto global.


Foto: Reprodução/Tedros Ghebreyesus – Diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS)

Já passados seis meses do início da crise do coronavírus, com mais de 100 dias de isolamento social no Brasil, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que o mundo está ainda distante de ver o final da pandemia e que a atual crise política, falta de unidade nacional e divisão global estão aprofundando o caos. “A dura realidade é que não está nem perto de acabar”, afirmou Tedros Ghebreyesus, diretor-geral da OMS. Segundo ele, se o mundo continuar dividido e não houver união nacional, “o pior está ainda por vir”.


Imagem Ilustrativa

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou nesta segunda-feira(29) que, se tudo correr dentro do previsto, a distribuir da vacina contra a Covid-19 começará em dezembro deste ano. O medicamento está sendo desenvolvida no laboratório de Manguinhos, na Zona Norte do Rio, em parceria com a Universidade de Oxford, dos Estados Unidos.


Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Na Bahia, de acordo com um levantamento feito pelo G1, foram registradas três denúncias contra médicos por divulgação de fake news ou ‘curas milagrosas’ durante a pandemia do novo coronavírus. A informação foi confirmada ao site pelo Conselho Regional de Medicina que afirmou que houve sindicância em dois dos casos.