Com utilização do árbitro de vídeo, Bahia e Palmeiras empatam pela Copa do Brasil

Com utilização do árbitro de vídeo, Bahia e Palmeiras empatam pela Copa do Brasil

Pela primeira vez na história, o árbitro de vídeo entrou em cena no futebol brasileiro. Apesar do adversário ter feito um alto investimento no time, mas com muita raça e coragem, o Bahia jogou de igual para igual com o Palmeiras nesta quinta-feira (2), na Arena Fonte Nova. Porém, o jogo de ida do confronto pelas quartas de final da Copa do Brasil ficou empate sem gols. O árbitro do jogo, Anderson Daronco, usou o árbitro de vídeo para retirar o cartão vermelho que havia dado ao volante tricolor Gregore. Após a consulta à tecnologia o juiz puniu o atleta com o amarelo após derrubar o atacante Artur, do Palmeiras, dentro da área. A decisão da vaga na semifinal será no próximo dia 16 de agosto, uma quinta-feira, às 19h15, no Allianz Parque, São Paulo. Quem vencer por qualquer placar avança para a próxima fase. Vale lembrar que o gol fora de casa não é critério de desempate e em caso de igualdade no somatório dos resultados a classificação será definida nos pênaltis. Porém antes disso, o Bahia volta ao gramado pelo Campeonato Brasileiro. O Tricolor visita o Fluminense, no Maracanã, no domingo (5), às 19h, pela 17ª rodada. O time baiano ocupa a 15ª colocação com 17 pontos.

FICHA TÉCNICA
Bahia 0 x 0 Palmeiras
Copa do Brasil – Quartas de final (1º jogo)
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 02/08/2018 (quinta-feira)
Horário: 19h15
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Kleber Lucio Gil 
Árbitro de vídeo: Leandro Vuaden, assistido por Ivan Carlos Bohn e Rodolpho Toski Marques

Cartões amarelos: Zé Rafael, Bruno, Tiago, Gregore (Bahia) / Diogo Barbosa, Felipe Melo (Palmeiras)

Cartão vermelho: Deyverson (Palmeiras) 

Bahia: Anderson; Bruno, Lucas Fonseca, Tiago e Mena; Elton e Gregore; Zé Rafael (Élber), Vinícius e Edigar Junio (Marco Antônio); Gilberto. Técnico: Enderson Moreira. //// Palmeiras: Weverton, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés (Gustavo Scarpa); Willian (Artur), Dudu (Thiago Santos) e Deyverson. Técnico: Paulo Turra. (VB)


Comentários

Os comentários estão fechados.