Dólar já ultrapassa os R$ 5,50 e Bolsa cai nesta quarta-feira

Em mais um dia de turbulências domésticas e externas, o dólar voltou a subir e aproximou-se de R$ 5,50, no maior valor em mais de cinco meses. A bolsa de valores não acompanhou a recuperação do mercado norte-americano e fechou praticamente estável.

O dólar comercial encerrou esta terça-feira (5) vendido a R$ 5,485, com alta de R$ 0,039 (+0,71%). A cotação abriu em queda, caindo para R$ 5,42 pouco antes das 10h, mas reverteu o movimento e passou a subir após a abertura das negociações nos Estados Unidos. Depois de passar a maior parte do dia em torno de R$ 5,46, a moeda norte-americana intensificou a alta perto do fim das negociações em meio a tensões políticas no Brasil.

Por volta de 10h30, a moeda americana era negociada a R$ 5,5037, alta de 0,36%, após ter alcançado a marca dos R$ 5,5207, maior cotação registrada desde 23 de abril. No mesmo horário, o índice Ibovespa tinha queda de 1,34%, aos 108.981 pontos.

Os receios de uma pressão inflacionária global, em um cenário de crise energética e crescimento menor, fazem com que investidores vendam suas ações e procurem ativos mais seguros.

Além do petróleo, que apresenta ciclo de valorização com a baixa oferta, os preços do gás natural atingem novas máximas na Europa. (Amargosa News)


Comentários

Os comentários estão fechados.