Verdade ou Mentira? O Whatsapp pode ficar fora do ar no Brasil.

WHATSAPP FORA DO AR

A bomba do dia, ou melhor o grande exagero do dia , foi a noticia de que um Juiz pode deixar o Whastapp fora do ar no Brasil.

Claro que tudo isso é um tremendo exagero e não deve acontecer, Orkut, Facebook, Twitter, também já sofreram no passado esse tipo de ameaça feita por Juízes que não tiveram seus pedidos atendidos e nunca sequer ficaram 1 segundo fora do ar por causa disso. Nem poderia.

Entenda o caso:

Por que o Whatsapp pode ficar fora do ar no Brasil?

O juiz Luiz Moura Correia, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina, no Piauí, determinou que as empressa de telefonia suspendam o acesso aos domínios whatsapp.net e whatsapp.com temporariamente, assim como seus subdomínios, “em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento”.

Os motivos que levaram o Juiz a tomar essa decisão não foi revelado pois o processo é sigiloso, mas provavelmente deve ter ocorrido porque a operadora não cumpriu algum pedido do juiz em relação ao processo que é movido contra o app e a operadora em questão.

WHATS

O processo é de 2013 e tem se arrastado na Justiça até agora. Pelo pouco que veio a publico, parece se tratar de um caso envolvendo menores, quando fotos de crianças foram espalhadas no whatsapp. Aparentemente o Juiz teria ordenado que as fotos excluídas totalmente do app, o que parece não ser possível, já que a empresa não tem controle sobre isso, no máximo pode dar a justiça os dados cadastrais solicitados.

O SindiTelebrasil, sindicato que reúne as operadoras de telefonia móvel do país, considera a medida “desproporcional”. Em comunicado, a entidade afirma que a decisão “pode causar um enorme prejuízo a milhões de brasileiros que usam os serviços, essenciais em muitos casos para o dia a dia das pessoas, inclusive no trabalho”.

“A medida é desproporcional, já que para conseguir informações de um número reduzido de pessoas, negadas pela proprietária do WhatsApp, decidiu-se suspender o serviço em todo o País. E para isso, exigir a aplicação dessa medida das prestadoras de telecomunicações, que não têm nenhuma relação com o serviço”, diz a nota.

Fonte: verdadeabsoluta


Comentários

Os comentários estão fechados.