Fazendas atribuídas à Geddel são desocupadas na Bahia

As fazendas que foram atribuídas ao ex-ministro Geddel Vieira Lima e seu irmão, o deputado federal, Lúcio Vieira Lima, foram desocupadas no sudoeste e no sul da Bahia. Segundo informações da Polícia Civil à rede Bahia, nesta terça-feira (10).

Índios e integrantes do Movimento Livre da Terra ocuparam as fazendas Esmeralda e Tabajara, respectivamente.

Na última sexta-feira (6), um mandado de reintegração de posse foi cumprido pela Justiça, na Fazenda Esmeralda, no município de Itapetinga, sudoeste da Bahia. As terras foram ocupadas em 23 de setembro, pelos índios da tribo pataxó Hã Hã Hãe, que alegavam que o local era sagrado, por supostamente abrigar, ao menos, três cemitérios indígenas.

Já os integrantes do Movimento Livre da Terra, deixaram a Fazenda Tabajara, em Potiguará, sul da Bahia, de forma voluntária.

Em nenhuma das desocupações houve registro de conflitos ou feridos. (BV)


Comentários

Os comentários estão fechados.