Governo da Bahia quer cortar gratificação de professores

Depois de aprovar um pacote que, entre outras coisas, aumenta a contribuição do servidor estadual para a previdência, o governo da Bahia mandou mais uma matéria que não deve agrada os funcionários. O projeto recebido pela Assembleia Legislativa da Bahia hoje (14) versa sobre o corte no valor de gratificações pagas a professores da rede estadual que concluem cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado. A proposta aponta ainda que o docente só terá direito ao abono salarial se estiver em escola que alcance metas anuais de permanência e sucesso escolar estipuladas pela Secretaria de Educação (SEC). Outra alteração é para o afastamento de servidores. Caso seja aprovado pela AL-BA, o professor só terá  liberação sem prejuízos após análise prévia da correlação do conteúdo programático do curso pretendido com a área de atuação do servidor. A análise será feita pela Secretaria de Educação.  (Voz da Bahia)


Comentários

Os comentários estão fechados.