Julgamento de Robinho por violência sexual acontece na Itália

aicture alliance / AP photo

Alexsander Guttieres, também advogado de Robinho, deixou o tribunal pessimista quanto ao veredicto. O jogador, no Brasil, falava com os advogados italianos por meio de um aplicativo de mensagens. A audiência que analisa o recurso apresentado pelo jogador Robinho e seu amigo, Ricardo Falco, terminou após trinta minutos. Cinco juízes (quatro homens e uma mulher) da 3ª Seção Penal vão divulgar a sentença até o início da tarde (horário do Brasil).

Durante a curta sessão, apenas um dos advogados de Robinho, Franco Moretti, fez a sustentação oral. Ele disse que a relação entre a mulher e Robinho foi consensual, e tentou trazer à audiência pontos sobre a conduta da vítima e citou um dossiê da vida privada da vítima, que foi rechaçado no julgamento em segunda instância. O presidente da audiência na Corte de Cassação, Luca Ramacci, chamou a atenção do advogado do jogador, dizendo que ali não era o local indicado para tal discussão.

A vítima, que completa 32 anos nesta sexta-feira, acompanhou a audiência. Ela disse que não queria comparecer ao tribunal, mas foi convencida pelo seu advogado.

Fonte: G1

 


Comentários

Os comentários estão fechados.