Lésbicas têm mais orgasmos do que mulheres hetero e bissexuais

173142

Um estudo realizado nas universidades de Indiana, Emory e Rutgers revelou que lésbicas têm mais orgasmos do que mulheres heterossexuais e bissexuais. Publicada no Jornal da Medicina Sexual, a pesquisa foi feita por meio de questionários nos quais os participantes relataram a “porcentagem de tempo que experimentam o orgasmo durante relações sexuais” com seus parceiros habituais. Entre as categorias de gênero, o participante poderia marcar “masculino” ou “feminino”, enquanto as categorias de orientações sexuais eram “heterossexual”, “homossexual” e “bissexual”. No total, participaram 1.350 mulheres e 1.497 homens que tiveram experiências sexuais nos 12 meses anteriores ao estudo. Com relação a gênero, o resultado foi que homens têm mais orgasmos que mulheres: 85,1% dos homens, contra 62,9% das mulheres. Entre eles, o número de indivíduos que afirmou chegar lá durante as relações não variou muito entre as orientações sexuais. No caso das mulheres, foi apontada uma diferença significativa: 61,1% das mulheres heterossexuais relataram uma média de orgasmos, 58% das bissexuais e 74,7% das homossexuais. Para os pesquisadores, a vantagem das lésbicas está relacionada ao conhecimento do corpo feminino. “Uma possível explicação é que […] as mulheres lésbicas estão mais familiarizadas com o corpo feminino e, portando, são mais capazes de induzir orgasmos em suas parceiras”. (BN)


Comentários

Os comentários estão fechados.