Moro manda cortar benefícios de Lula na cadeia

O juiz federal Sérgio Moro mandou cortar privilégios concedidos ao ex-presidente Lula na detenção. O magistrado determinou que as visitas sejam feitas nos dias pré-estabelecidos. “Nenhum outro privilégio foi concedido, inclusive sem privilégios quanto a visitações, aplicando-se o regime geral de visitas da carceragem da Polícia Federal”, diz Moro. O documento, enviado à 12.ª Vara Federal, abriu ontem o processo de execução da pena de Lula. A publicação apurou que a Lula foi dado o direito de receber visitas de advogados a qualquer dia – menos sábados, domingos e feriados – e de familiares, uma vez por semana, como ocorre com os demais encarcerados da PF. (M1)


Comentários

Os comentários estão fechados.