Operação contra quadrilha de tráfico de drogas prende 21 pessoas em Itaparica e mais 7 cidades da Bahia

Operação contra quadrilha de tráfico de drogas prende 21 pessoas em Itaparica e mais 7 cidades da Bahia

Uma operação para desarticular uma quadrilha de tráfico de drogas que atua nas cidades de Senhor do Bonfim, Antônio Gonçalves, Campo Formoso, Jaguarari, Filadélfia e Itiúba, no norte da Bahia, Itaparica, na região metropolitana de Salvador, e Conceição do Coité, no nordeste do estado, prendeu 21 pessoas nesta quarta-feira (29). Segundo informações da Polícia Civil, desde as primeiras horas da manhã, policiais foram às ruas para cumprirem 25 mandados de prisão temporária e outros 25 de busca e apreensão. O principal alvo da operação foi Elcevander Pereira Silva, o “Salvano” ou “Galego”, apontado como líder da quadrilha. Ele foi detido e deve ser encaminhado ainda nesta quarta para o sistema prisional. De acordo com o delegado Felipe Nery Neto, coordenador da Coorpin/Senhor do Bonfim, até deflagrar a operação, foram dois anos de investigações em torno da quadrilha e Elcevander. Além do tráfico drogas, o bando está envolvido na compra e venda de armas, assaltos a banco, sequestro e homicídios. “Elcevander planta e vende a própria maconha”, disse o delegado. Além de Elcevander, foram presos Diego Pinheiro Santos, o “Marquinhos”; Joseane Araújo dos Santos, a “Jô”; Fabrício Ferreira de Souza; Jhone, o “Dione”; Alcilon Ribeiro Passos, o “Berilo”; Jean Vagner Pereira de Souza, o “Bode”; Adalberto Araújo de Souza Filho, o “Betinho”; Vandenberg Santos Castro, o “Bergue”; Maria Fabiana Pereira da Costa; Emerson, o “Guma”; Adalberto Henrique da Silva, o “Beto Cigano”; Wadison da Silva Andrade; Iara; Yure de Jesus Santos; Tales Alves da Silva; Ozemar da Silva Santos; Gilmar Freire, o “Madruga”; Rúbia de Jesus Oliveira; Deoclécio Sebastião da Silva Filho, o “Fio”; e Maria Adelilia. Segundo o delegado, quatro alvos dos mandados de prisão não foram encontrados: Sueli Vieira de Souza; André Luiz dos Santos Cerqueira, o “Andrezão”; Evanildo da Silva Santos, o “Buru”; e Antônio Marcos Ceila Oliveira, o “Toinho”. Todos são considerados foragidos.


Comentários

Os comentários estão fechados.