O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou um recurso do ministro da Educação, Abraham Weintraub, e manteve o depoimento do ministro à Polícia Federal por suposto crime de racismo. Celso de Mello é o relator do inquérito aberto a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) depois das declarações de Weintraub em redes sociais sobre a China. O depoimento está marcado para a tarde desta quinta-feira (4).


Foto: Agência Brasil

O projeto de lei do governo federal que aumenta a quantidade de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) deverá ser votado em breve na Câmara do Deputados. O texto, que foi enviado ao plenário em junho de 2019, é tido como uma das prioridades do Palácio do Planalto. A votação para classificar como urgente o projeto de lei está na pauta da Câmara e deve ser apreciada nos próximos dias. A medida deve aumentar para 40 pontos o limite da suspensão da CNH, porém limitados apenas para quem não tiver cometido duas ou mais infrações gravíssimas. Segundo o relator do projeto, deputado Juscelino Filho (DEM), motorista profissionais devem ser excluídos dessa regra de exceção das infrações.

Varela Notícias 

Pelo menos 5.628 indígenas que vivem na Floresta Amazônica em nove países da América do Sul, incluindo o Brasil, estão infectados e 548 morreram devido à covid-19, informa um levantamento da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam). A organização, ligada à Igreja Católica, reúne dados sobre o número de indígenas infectados em todos os países que partilham a maior floresta tropical do mundo (Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela) em parceria com a Coordenação das Organizações Indígenas da Bacia Amazônica (Coica). O último levantamento, com dados até terça-feira, indica ainda que 93 povos indígenas da Floresta Amazônica já foram afetados pela doença do novo coronavírus. 


Foto: Reprodução/Casa da Moeda

Um dia depois de tomar posse como presidente do Banco do Nordeste (BNB), em Fortaleza, Alexandre Cabral será exonerado do cargo, informa fonte do Palácio do Planalto. “Ele está cheio de problemas”, disse um importante auxiliar do presidente, sem explicitar que o maior problema de Cabral é ser alvo de investigação conduzida pelo Tribunal de Contas da União (TCU) sob suspeita de irregularidades no período em que foi presidente da Casa da Moeda, em 2018, conforme revelou a edição desta quarta-feira (3) do jornal “O Estado de S. Paulo”.


O ator e humorista Paulo Gustavo decidiu ceder seu instagram durante o mês de junho para a filósofa Djamila Ribeiro para levantar questões relativas ao antirracismo. O comediante tem 13,5 milhões de seguidores, gerando um alcance nas redes bem maior do que a conta pessoal da pesquisadora. “Diante dessa realidade tão brutal, no mês de junho, meu instagram será totalmente dedicado a abordar as questão raciais no Brasil! Portanto, resolvi ceder minha conta do instagram a escritora e ativista Djamila Ribeiro, que vai trazer conteúdos muito importantes pra todos nós!”, declarou o ator.


Foto: Reprodução / Instagram

O cantor sergipano Devinho Novaes foi indiciado pela Polícia Civil por lesão corporal, difamação, injúria e dano no caso de violência doméstica contra uma ex-namorada, a blogueira Luzia Lima, em fevereiro deste ano. O caso foi remetido à Justiça de Nossa Senhora da Glória (SE) nesta quarta-feira (3), cidade onde a denúncia foi feita. De acordo com a polícia, apesar de intimado, o cantor não compareceu à delegacia. Na ocasião, o advogado de Devinho entrou com pedido de habeas corpus para que ele não fosse ouvido, mas o pedido foi negado pela Justiça.


Foto: Reprodução / Blog Marcos Frahm

Um acidente envolvendo dois veículos de passeio deixou um saldo de quatro mortos e um ferido, na manhã desta quarta-feira (3), no km 642 da Serra do Mutum, BR-116, trecho do município de Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá. A colisão envolveu um veículo Renault de cor branca, conduzido por um morador da cidade de Irajuba, no Vale do Jiquiriçá, e um VW/Gol de cor vermelha.


Diário do Nordeste

Após cerca de 40 anos na Globo, o ator José de Abreu, 74, anunciou que vai deixar de fazer parte do elenco fixo da emissora a partir do próximo dia 30 de junho. Ele fez a revelação em live realizada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas redes sociais, na noite desta quarta-feira (3). Segundo Abreu, há dois meses ele vinha negociando a sua saída. “Eu acabei de fechar um destrato com a Globo de uma maneira extremamente boa para os dois lados. Tive uma boa conversa com [o diretor artístico Carlos Henrique] Schroder na semana passada. Vou me desligar no dia 30”, afirmou.


Na manhã desta quarta-feira, dia 03, vizinhos da senhora conhecida por “Xica”, de aproximadamente 80 anos de idade, moradora da 2ª Travessa da Viriato Lobo, em Santo Antônio de Jesus (BA), sentiram sua falta, uma vez que a mesma costuma acordar às 4 ou 5 horas da manhã fazendo o maior barulho, e depois fica na frente de sua residência confeccionando tapetes.


Foto: Mark Mitchell/Pool/AFP

Nova Zelândia, Islândia e Japão conseguiram o que parece impossível a países como Brasil ou Estados Unidos: contiveram a epidemia do novo coronavírus. Não apenas achataram a curva de contágio, mas a esmagaram por completo. Que lições tais países tem a nos ensinar?

Na Nova Zelândia, o último caso foi confirmado há dez dias. Há, segundo o Wall Street Journal, apenas um ativo, uma mulher diagnosticada em 1º de maio. Na Islândia, apenas dois haviam sido registrados até a metade de maio. No Japão, o número de casos diários caiu a 0,5 por 100 mil habitantes, atingindo a meta que permitiu ao governo suspender o estado de emergência no último dia 25, uma semana antes do prazo.


O Senado aprovou nesta terça-feira (2/6) um Projeto de Lei (PL) que suspende o ajuste anual de preços de medicamentos e de planos e seguros privados de assistência à saúde. De acordo com o projeto, os preços de medicamentos ficam congelados por 60 dias e o de planos de saúde por 120 dias. O projeto vai à Câmara dos Deputados. O autor do projeto, o senador Eduardo Braga (MDB-AM) havia proposto o prazo de 120 dias também para os medicamentos, mas o relator, Confúcio Moura (MDB-RO), lembrou que já existe uma Medida Provisória (MP) congelando o preço dos remédios. Por isso, ele alterou o prazo para 60 dias, somando-se aos 60 dias firmados pela MP.


O deputado estadual baiano Pastor Tom (PSL) teve o seu mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na tarde desta terça-feira (2). Além de perder a cadeira na Assembleia Legislativa da Bahia, Tom ficará inelegível por oito anos, segundo a Corte. A ação de impugnação ajuizada argumentou que Pastor Tom registrou seu pedido de candidatura a deputado estadual sem comprovar filiação partidária, exigência dispensada pelo TRE devido à sua alegação de que seria policial militar da ativa. “Ao ter sido eleito vereador era para ter se filiado a partido político. Estou julgando procedente o pedido formulado. Penso na linha do ministro Luiz Felipe Salomão. O diploma é pressuposto do exercício do mandato.