Prefeito de Amargosa diz que Neto tomou decisão acertada ao desistir; ”não venceria”

A decisão do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), de desistir da candidatura ao Governo da Bahia tem gerado reações de políticos de vários partidos, inclusive de adversários do demista. Neto vem sofrendo críticas de aliados, que dizem ter faltado ”coragem” do prefeito para enfrentar Rui Costa (PT) na disputa sucessória estadual. Mas, enquanto os aliados o criticam pela desistência, adversários fazem elogios a Neto. O prefeito de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá, filiado ao PT, Júlio Pinheiro, afirmou que a decisão de ACM não lhe causou surpresa e classificou o gestor da capital de inteligente ao desistir.  ”Já era esperado isso. Eu, nas conversas particulares, apostava nisso, de que ele não seria candidato porque, ele [ACM], inteligente que é, da avaliação acertada que fez sabia que enfrentar Rui seria muito difícil, num momento em que Rui aparece como o governador que mais tem honrado as promessas de campanha no Brasil e é inclusive o que mais tem feito em obras e projetos junto com São Paulo, que tem um orçamento maior do que a Bahia. Ele [Rui] tem demonstrado uma forma de governar diferente, pois enquanto estados mais ricos como Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul estão quebrados, a Bahia está num caminho oposto, tocando obras e dando aos municípios condições de sobrevivência em uma crise, com o governo federal fechando as portas para as prefeituras”, afirmou Pinheiro. O petista avaliou que cresceu o favoritismo de Rui com o recuo de Neto. ”A eleição agora fica muito mais tranquila para Rui, mas com certeza ACM teria muitas dificuldades se fosse candidato e ficaria sem mandato. A vantagem de Rui é notória diante do número de prefeitos que o apoiam e principalmente pelo apoio popular que o reconhece com um bom governador. Neto não venceria”, concluiu. (BMF)


Comentários

Os comentários estão fechados.