Rui anuncia novos leitos e determina condução à delegacia para quem não usar máscara

Foto : Reprodução

Após determinar a ampliação do toque de recolher no estado, o governador Rui Costa (PT) afirmou, nesta segunda-feira, 22, que o governo do estado vai ofertar novos leitos para atender pacientes com Covid-19. Alem disso, segundo ele, quem se recusar a usar máscara nas ruas, será encaminhado à delegacia e responderá por crime contra a saúde pública. 

“Já determinei a ampliação de novos leitos. Hoje abrimos 20 leitos em Ilhéus, 10 leitos em Caetité, estamos contratando mais leitos em Itabuna. Autorizei também  a publicação amanhã de  licitação de novos leitos para o Hospital de Campanha da Fonte Nova.”, disse Rui, em live em uma rede social.

Questionado se poderia adotar medidas ainda mais duras, Rui afirmou que as medidas serão tomadas de maneira gradativa. “Nós estamos de forma firme, determinada, adotando as medidas, mas de forma gradativa. Eu recebo várias mensagens para fazer o lockdown e fechar tudo, e nós estamos dizendo que vamos, gradativamente, alcançar nossa meta, nosso objetivo, que é conter, segurar o crescimento dessa doença e colocar essa curva em uma tendência decrescente.”

No domingo, Rui Costa anunciou a ampliação do toque de recolher no estado. A nova medida passa a valer das 20h às 5h, duas horas antes do que foi inicialmente estabelecido no primeiro decreto, e segue até o próximo dia 28 de fevereiro. 

Bares e restaurantes, no modelo presencial, terão o funcionamento permitido até as 18h. O delivery de alimentos fica permitido até as 23h. O transporte metropolitano (ônibus, metrô, ferryboat e lanchinhas) pode funcionar até as 20h30. Os serviços de ferry-boat e das lanchinhas para Vera Cruz só funcionarão até às 19h. 

De acordo com Rui, as medidas são duras, mas são melhores do que lidar com um possível colapso do sistema de saúde. “Nós não podemos repetir cenas que, infelizmente aconteceram em outros estados, de famílias desesperadas nas portas de UPAs ou de hospitais, ou chorando na porta de cemitérios os seus entes queridos”., disse.

Pior momento

O secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, que está internado em tratamento de Covid-19, afirmou que a Bahia vive o pior momento desde o início da pandemia e não descartou ampliar ainda mais o raio de ações do governo do estado no combate ao novo coronavírus.

“Nós estamos vivendo o pior momento da pandemia em todo o Brasil. No país inteiro, os hospitais estão lotados, nós estamos vendo a emergência de mutações que agravam a transmissão. A população não tem colaborado, principalmente os mais jovens, que hoje são a maioria dos que são diagnosticados e até internados. A população abaixo de 40 anos hoje já ultrapassa os 50% das pessoas internadas nas UTIs. E chegando ao ponto máximo hoje de aberturas de leitos, tanto de UTI quanto de enfermaria, não nos resta outra alternativa senão restringir a liberdade das pessoas de se locomoverem, de frequentarem os espaços.

Segundo Vilas-Boas, se as medidas não surtirem o efeito esperado, é possível que ações mais duras sejam tomadas, como o fechamento do comércio durante o dia

“Se nós tivéssemos uma postura diferente, se as pessoas estivessem compreendendo que o momento de pandemia é grave e que não deveriam estar aglomerando, isso não seria necessário. Mas como não tem sido dessa forma, as medidas foram adequadamente lançadas e deverão ser agravadas na medida em que ou piore a situação dos hospitais, ou não surta o efeito que nós esperamos que surta com esse toque de recolher à noite. É possível que nós precisemos avançar para fechar comércio durante o dia”, disse.

Alta

De acordo com boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), divulgado nesta segunda pelo 4º dia consecutivo o Estado registrou o maior número de pacientes internados em “UTIs Covid-19” desde o início da pandemia. São 912 pacientes adultos e pediátricos em estado grave ocupando leitos nas diversas regiões da Bahia.

Os dados revelam que, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.146 casos de Covid-19 na Bahia, com uma taxa de crescimento de 3%. O número de mortos, nesta segunda-feira, é de 63 pessoas e o número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 11.254.

Shoppings

Por causa da ampliação do decreto, os shoppings também alteraram o horário de funcionamento.

Salvador Shopping: segunda a sábado, das 10h às 19h; domingo, das 12h às 19h;

Bompreço: segunda a sábado, das 7h às 19h; domingo, das 8h às 19h;

Salvador Norte: segunda a sábado, das 10h às 19h; domingo, das 12h às 19h;

Shopping da Bahia: segunda a sábado, das 10h às 19h; domingo, das 12h às 19h;

Parque Shopping Bahia: segunda a sábado, das 10h às 19h; domingo, das 12h às 19h.

Mais municípios

Na ampliação do toque de recolher, foram incluídos os municípios de América Dourada, Barra do Mendes, Barro Alto, Caém, Cafarnaum, Caldeirão Grande, Canarana, Capim Grosso, Central, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Irecê, Itaguaçu da Bahia, Jacobina, João Dourado, Jussara, Lapão, Mairi, Miguel Calmon, Mirangaba, Morro do Chapéu, Mulungu do Morro, Ourolândia, Piritiba, Presidente Dutra, Quixabeira, São Gabriel, São José do Jacuípe, Saúde, Serrolândia, Tapiramutá, Uibaí, Umburanas, Várzea da Roça, Várzea do Poço, Várzea Nova e Xique-Xique.

(A Tarde)


Comentários

Deixar uma Resposta