SAJ: Antes de confessar crime, suspeito de matar esposa e enterrar corpo em quintal de bar negou saber do paradeiro dela

-

O acusado do crime de prenome Antônio e dona Damiana que estava desaparecida e foi encontrada morta / Foto: Montagem | Voz da Bahia

Antes de confessar ter matado a esposa com golpes de marreta e ter enterrado o corpo dela no quintal do bar dele, em Santo Antônio de Jesus, no recôncavo baiano, Antônio dos Santos Borges, de 44 anos, disse á polícia que não sabia o paradeiro dela. De acordo com o delegado Orlando Corsino, que investiga o caso, o homem negou saber onde a mulher estava durante depoimento, no sábado (7). O corpo de Damiana dos Santos, de 55 anos, foi encontrado na tarde da última segunda-feira (9). A vítima estava desaparecida há 10 dias. Segundo informações do delegado, Antônio dos Santos foi intimado a depor na delegacia após uma das filhas de Damiana denunciar o desaparecimento da mãe. Na ocasião, o homem disse que não tinha notícias da esposa há sete dias.

De acordo com Orlando Corsino, o suspeito foi intimado pela segunda vez na tarde de segunda-feira (10) e entrou em contradições várias vezes, até que confessou o crime. Ele contou que matou Damiana durante uma briga por ciúme, após ela apontar uma faca para ele e, por isso, agiu em legítima defesa. O delegado informou que após o depoimento, Antônio dos Santos levou os agentes da delegacia até o local do crime e mostrou onde estava o corpo da esposa.

O corpo da senhora Maria Damiana dos Santos, 55 anos, poderá ser sepultado nesta quarta-feira (11), na cidade de Varzedo. De acordo com informações, o corpo da vítima passará por um exame de raio-x na capital baiana devido a cortes profundos encontrados na região do pescoço. Damiana será sepultada após retornar da realização destes exames.  (Voz da Bahia)


Comentários

Os comentários estão fechados.