“Foram pessoas vestidas como agentes de saúde com arma em isopor”, diz testemunhas sobre crime na Marita Amâncio

Edvan Carvalho Maia dos Santos de 38 anos, foi morto a tiros por um homem que invadiu sua casa na tarde desta quarta-feira (18), na Rua Marieta Amâncio, em Santo Antônio de Jesus (veja aqui). De acordo com informações de testemunhas, pessoas vestidas como agentes de saúde e com um isopor nas mãos haviam chegado na residência da vítima e do isopor foi retirado uma arma. Informações dão conta que Edvan foi executado com mais de oito tiros.

Segundo o Delegado da 4ª Coorpin, Adilson Bezerra, em entrevista concedida à imprensa local, não há informações concretas acerca do caso, pois os investigadores ainda estão colhendo informações. Edvan já foi vítima de outra tentativa de homicídio há cerca de 2 anos, em que após discussão com um vizinho, foi alvejado na cabeça e sobreviveu com sequelas. De acordo com Bezerra, também está sendo investigado se há relação com o caso.

Voz da Bahia

Comentários

Os comentários estão fechados.