Suspeito de matar comerciante em Jaguaquara recebe alta de hospital após ser baleado em ação da PM

Polícia apreendeu arma de fogo e mochila. Foto: Polícia Militar

O indivíduo suspeito de assassinar o comerciante José Raimundo Silva Santana, 54, cujo crime ocorreu no último dia (26), em Jaguaquara, recebeu alta médica nesta quarta-feira (05/06) do Hospital Geral Prado Valadares (HGPV), em Jequié, para onde havia sido levado no sábado (01/06) depois de alvejado quando tentava fugir da Polícia Militar durante ação policial na cidade de Itaquara, no Vale do Jiquiriçá. Mailson Souza Nascimento, o Berguinho, de 26 anos, estava foragido e vinha sendo procurado pela polícia, sendo avistado por policiais militares da 3ª Cia na tarde de sábado, após a guarnição ter sido informada sobre um assalto a uma residência em uma localidade do município de Itaquara. Segundo informações da PM, os militares foram ao local informado, tendo sido acionados por um ancião, de 73 anos, dizendo ser vítima de um indivíduo que lhe ameaça de morte com arma de fogo, depois de invadir a sua propriedade, subtraindo a quantia de R$ 50,00 e alguns objetos pessoais.

De acordo com a polícia, Berguinho foi encontrado na localidade e, ao receber voz de parada, teria feito disparo de arma de fogo na direção dos militares, que revidaram, mas não alcançaram o suspeito que fugiu por um local de difícil acesso, deixando para trás uma mochila com roupas e um revólver Taurus calibre 32, com numeração suprimida, duas munições intactas e outras duas picotadas, além de R$ 300,00 em espécie.

Horas depois da ação, conforme a polícia, Berguinho deu entrada ferido no Hospital Municipal de Itaquara, sendo transferido posteriormente ao HGPV e submetido a intervenção cirúrgica no abdômen. Nesta quarta, sob escolta policial ele deixou a unidade hospitalar e foi apresentado no Complexo Policial de Jequié, devendo ser recambiado ao Conjunto Penal, ficando a disposição da Justiça.

O crime

O crime teria sido motivado por uma discussão entre Berguinho, a vítima, José Raimundo e o seu filho, José Anderson Araújo. Berguinho teria frequentado o bar Zero Grau, na Rua Durval Campos, bairro São Jorge e deixou o local após desentendimento com José Raimundo e o filho, retornando ao estabelecimento momentos depois. De posse de um revólver, teria ido com arma empunho na direção do filho do comerciante, que entrou em luta corporal com o indivíduo.

O pai ao presenciar a cena tentava salvar o filho, quando foi alvejado no pescoço. O autor, suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas no bairro fugiu a pé. A vítima recebeu socorro do filho e de populares, sendo levado em um carro ao Hospital Municipal de Jaguaquara (HMJ), mas não resistiu. O assassinato gerou comoção na cidade. (Blog Marcos Frahm)


Comentários

Os comentários estão fechados.