Tiro que matou o adolescente João Pedro o atingiu pelas costas, indica laudo

O laudo cadavérico de João Pedro Mattos, 14 anos, morto em uma operação policial no complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, Rio de Janeiro, indica que o adolescente foi atingido por um único disparo nas costas. De acordo com o jornal O Globo, o tiro entrou no corpo pela região dorsal direita. Ainda conforme informações do jornal, a bala penetrou no corpo do garoto de baixo para cima, na direção diagonal, o que causou lesões nos pulmões e na base do coração. A bala ficou alojada próxima ao ombro.

A Polícia Civil está investigando o caso, e já informou que vai realizar uma reprodução simulada da operação que resultou na morte do adolescente. Três policiais civis da Coordenadoria de Recursos Especiais, que estavam envolvidos na morte de João Pedro, foram afastados das ruas. O crime aconteceu no dia 18 de maio. Segundo os familiares, João Pedro estava brincando no quintal da casa de um tio, quando foi atingido por um tiro. Ele foi socorrido, mas a família só teve notícias 19 horas depois, quando o corpo foi encontrado no Instituto Médico Legal (IML). (AratuOn)


Comentários

Os comentários estão fechados.