Vacinômetro Bahia: estado tem 358 mil vacinados

Imagem Ilustrativa

A Bahia vacinou, até as 14h desta quinta (11), 358.775 pessoas, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Até esta quinta, foram distribuídas para os municípios 439.980 doses. Com isso, o percentual de aplicação em relação às doses disponibilizadas é 81,5%.

A maior parte das 358.775 doses da vacina já aplicadas foram para os profissionais de saúde: 247.978. Além disso, 94.673 idosos a partir de 80 anos e de instituições de longa permanência, 15.447 indígenas aldeados, e 677 pessoas com deficiência receberam a vacina até esta quinta.

Com mais de 81% das doses disponíveis para o estado já aplicadas, a Bahia vê suas grandes cidades se aproximarem do fim das doses, como é o caso de Salvador, que já aplicou quase 100% das 108.980 doses disponíveis e interrompeu a vacinação de profissionais de saúde. Ao menos até esta sexta (12), apenas idosos com 85 anos ou mais residentes na capital baiana poderão receber a primeira dose do imunizante contra a Covid-19.

Apesar do avanço na capital e nas principais cidades do estado, a vacinação ainda está atrasada em muitos municípios. Na quarta-feira (10) eram, pelo menos, 155 abaixo de 75% do percentual de aplicação, número exigido pela Sesab para envio de novas doses.

Segunda dose

A partir da próxima segunda (15), o estado inicia a aplicação da segunda dose da vacina Coronavac. Os imunizantes contra a Covid-19 já estão na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos – CEADI da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), em Simões Filho, e também nos Núcleos Regionais de Saúde, de onde serão distribuídos para os municípios a partir desta sexta-feira (12).

O esquema da segunda dose começará pelos profissionais da saúde da linha de frente contra o Coronavírus, idosos acima de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência e indígenas aldeados, grupos que foram imunizados na primeira etapa da vacinação.

Nesta quinta (11), a Bahia registrou 47 óbitos, maior número de mortes por covid-19, desde 2 de outubro e mais 3.253 novos casos de covid-19 (taxa de crescimento de +0,5%). No mesmo período, 2.958 pacientes foram considerados curados da doença (+0,5%).

(Correio)


Comentários

Os comentários estão fechados.